Jovens discutem as artes como instrumento pedagógico de inclusão

Publicado em Sábado, 13 Agosto 2016 18:30

jovens segundo dia net
O segundo dia do II Encontro Nacional da Juventude da CNTE, que ocorre em Brasília até amanhã (14/8), foi aberto com uma roda de conversa sobre a “Construção do Conhecimento” e novas formas de melhorar o aprendizado na rede pública de ensino.

Os jovens educadores puderam discutir sobre o uso da música, de imagens, do cinema, do circo, do teatro e da internet na educação pública como ferramentas na aprendizagem.

“Estas são ótimas formas de garantir uma educação de qualidade. É preciso mostrar aos estudantes todas as formas de aprendizado, algo que vá além das matérias da grade comum curricular”, ressaltou o coordenador de Juventude da CNTE, Carlos Guimarães.

O professor e artista plástico Aloizio Pedersen, falou da importância de trabalhar acontecimentos passados, como a ditadura, de forma dinâmica com os alunos. "Eles sentem a história, participam e conseguem entender o que aconteceu naquele período. A arte é extremamente necessária, a arte humaniza e combate a violência".

De acordo com a mestranda em artes da Unicamp, Cristiane Taguchi, a grande função da arte é a denúncia. “Quando você escolhe o tipo de linguagem você já está escolhendo a recepção do seu público. O teatro a arte e a cultura têm em si a essência de pensar possibilidades de imaginar o que poderia ser diferente do que é. É necessário entender que a experiência artística é transformadora,” ressaltou Taguchi.

Na parte da tarde, os participantes puderam debater sobre “As contribuições da educação popular da arte e cultura no avanço da educação pública”.

"Depois de 30 anos na educação é fantástico descobrir a perda da relação de poder ocidental e começo a trabalhar algo mais circular, horizontal. Hoje eu digo que eu sou um fazedor de sonhos, eu não sou o que faz na verdade, mas o que facilita que o sonho aconteça", ressaltou o facilitador artístico, do Rio de Janeiro, Reinaldo Santana.

"A educação como arte é um processo que se constrói em todo tempo, todos os dias e em todos os lugares. Eu acho que os dois se misturam. O trabalho de um artista é o mesmo que o trabalho de um educador, porque educar é uma arte", avaliou o professor Dário Peralta, representante da Argentina.

Para o com o diretor pedagógico do Instituto Paulo Freire, Paulo Roberto Padilha, a arte é mais que uma ferramenta é uma exigência do aprendizado. “Digo isso porque a arte é a energia social da emoção. Porque ela nos deixa emocionados, apaixonados. E emocionadas as pessoas aprendem mais e melhor e desenvolvem, portanto a inteligência. A educação sem arte é uma educação fria", avaliou.

Amanhã os participantes poderão trocar experiências sobre a luta sindical e o engajamento dos jovens nos seus estados.

Confira mais fotos do evento na página da CNTE no Facebook.

 
 
  15/01/2018
Boletim CNTE 809
As ações de resistência para defender a democracia: a pauta em 2018 é ampliar a luta!!
INFORMATIVO CNTE 809  
 
 
INSTITUCIONAL CNTE | Resistência e Convocação para a Conape 2018 (01/12/2017)
 
 

Programa 597: CNTE faz balanço das lutas de 2017

 
 

Nota Pública: Paulo Freire continua sendo o patrono da educação brasileira

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), subsede de Ipatinga, protocolou na Comissão Interamericana de Direitos Humanos, denúncia sobre a situação envolvendo os...
Pela primeira vez na história de atuação do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) em Paranatinga (373 km de Cuiabá), o Sindicato foi convidado para reunião com o chefe do...
O Sinteal conquistou, na justiça, uma vitória na defesa da Gestão Democrática das escolas públicas estaduais de Alagoas. Em decisão do dia 13 de janeiro, o juiz Ayrton de Luna Tenório concedeu liminar...
Foto:Ricardo Stuckert/Instituto Lula Antes do Governo do Lula, os(as) Funcionários(as) da Educação não tinham direito à política de formação continuada e nem eram reconhecidos(as) como...
Diante de resultados de inúmeras pesquisas sobre a educação brasileira, desde as inquietantes reflexões de Anísio Teixeira e Paulo Freire às últimas pesquisas da OCDE - Organização para a...
Os trabalhadores e trabalhadoras em educação, reunidos em assembleia geral na última quarta-feira (10), discutiram sobre a Campanha Salarial 2018, com base no índice de reajuste de 6,81% do Piso Nacional do Magistério...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) faz o alerta de mais uma prática do governo Taques para promover o desmonte da escola pública, de gestão pública, gratuita, laica e de...
Após inúmeras comunicações encaminhadas à Seduc e sem nenhuma reposta, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), José Roque Santiago protocolizou...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) foi convidado para uma reunião na tarde de quarta-feira (10) com a Casa Civil e a Secretaria de Estado da Educação, para ser comunicado que os 40 mil...
Dando início à campanha salarial 2018 na rede pública municipal de educação de Maceió, o Sinteal já encaminhou à Secretaria Municipal de Educação (Semed), na pessoa da titular da...
Os professores e demais servidores da educação da rede municipal de Lauro de Freitas (Região Metropolitana de Salvador) estão de férias, mas sem o dinheiro do período. Isso porque a Prefeitura não pagou...
Com extremo pesar que a CNTE informa o falecimento da secretária de Políticas Sociais, do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) Marli Keller.Referência de militância, garra e...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.