'28 de abril tornou-se um marco, o dia da verdade', diz dirigente da CNTE

Publicado em Terça, 02 Maio 2017 09:39

São Paulo – Mais do que um dia nacional de paralisação contra a reforma da Previdência e trabalhista do governo de Michel Temer, esta greve geral de hoje (28) tornou-se um marco na história do país. "A partir de hoje o povo brasileiro tem uma clareza maior sobre o significado dessas reformas e do papel que passa a ter na defesa dos seus direitos", avalia a dirigente do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) Rosilene Corrêa Lima.

"A adesão de boa parte da população, e o apoio daqueles que, infelizmente, não tiveram como vencer as pressões dos patrões e para irem trabalhar, demonstram que o povo agora sabe que não se trata de uma greve de uma categoria específica, por uma pauta específica, e sim de um movimento maior", disse.

Para Rosilene, é inegável o êxito da greve, a começar pela total adesão dos trabalhadores do transportes, numa paralisação total que durou o dia todo, como foi no Distrito Federal. Ela lembrou que, em nenhum outro momento da história, diversas categorias paralisaram as atividades por um dia em defesa de uma pauta nacional. "Se um movimento como esse, dessa proporção, já aconteceu em outro momento, eu não tenho conhecimento. Nunca vi", disse.

A dirigente sindical atribui o sucesso da greve ao envolvimento de todos os sindicatos e movimentos sociais em ações de conscientização da população sobre a paralisação, por meio de distribuição de panfletos, cartas e também com diálogos, debates e aulas públicas em escolas e outros espaços. "Ao contrário do dia 15 de março, que foi um 'esquenta' da greve geral de hoje e as pessoas foram pegas de surpresa, desta vez elas já tinham conhecimento. E a greve caiu na boca do povo. Nos últimos dias, e hoje, em toda casa no Brasil a greve foi tema de conversa."

Recado claro para o governo, para o Congresso, patrões e o Supremo Tribunal Federal (STF), a greve é também um indicativo para os trabalhadores, sindicatos, centrais e movimentos sociais para o fortalecimento da mobilização.

"Quem negar a greve estará sinalizando que pretende continuar com a política que a população rejeita. E nós devemos intensificar a mobilização. Agora, é avaliar a greve de hoje. E que esse dia 1º de maio seja mais que o dia do trabalho, do trabalhador, mas um reforço para essa luta."

(Rede Brasil Atual, 29/04/2017)

 
 
 
 
Presidente da CNTE chama trabalhadores para o Ocupa Brasília nesta quarta-feira, dia 24 de maio (22/05/2017)
 
 

Programa 584: Reunião do Coletivo LGBT ocorre a pouco mais de um mês do Dia Nacional e Internacional contra a LGBTfobia

 
 

FMLN condena golpe de estado contra presidenta Dilma Rousseff no Brasil

 
  18/05/2017
Boletim CNTE 788
24 de maio: Vamos Ocupar Brasília e Exigir Diretas Já!
INFORMATIVO CNTE 788  
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A aprovação de uma agenda de lutas de quatro dias (alternados), nos níveis federal, estadual e municipal de Maceió, foi o saldo da assembleia geral convocada pelo Sinteal,realizada na manhã desta...
Heleno Araújo, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), está otimista na mobilização para o sucesso da marcha. Estamos com uma perspetiva de levarmos 500...
Pela sétima vez, só este ano, a Escola Municipal Marechal Costa e Silva, em Prazeres, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, foi arrombada. Ladrões forçaram a grade de uma das janelas durante o fim de semana e...
Na tarde da última quarta-feira (17), os profissionais da educação municipal de Vitória da Conquista aprovaram em assembleia extraordinária a deflagração de greve geral, que começou nesta...
O Sinteal realizou, na manhã e tarde desta segunda-feira (22), o sexto pré-congresso preparatório ao 14º Congresso Estadual dos/as Trabalhadores/as em Educação, no Núcleo Regional de Palmeira dos...
Na manhã desta segunda-feira (22), a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, protocolou, na Assembleia Legislativa, o segundo pedido de impeachment do governador Sartori. Em 2016, o pedido estava embasado no crime de responsabilidade...
A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), seguindo deliberação da sua instância maior de decisão, a Assembleia Geral, que ocorreu na manhã desta quinta-feira...
Mais de cinquenta mil pessoas saíram às ruas de Belo Horizonte, neste domingo (21), pedindo a renúncia do presidente Michel Temer e a realização de eleições diretas para presidente da...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) realiza, nesta segunda-feira (22), às 14h, na Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá, Assembleia Geral da categoria. Em pauta, está a...
Mais de cinquenta mil pessoas saíram às ruas de Belo Horizonte neste domingo (21) pedindo a renúncia do presidente Michel Temer e a realização de eleições diretas para presidente da...
Segundo informa o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), a respeito do Adicional de Desenvolvimento da Educação Básica (Adveb), trata-se de uma conquista do Acordo de 2015,...
A portaria nº 183/2017, publicada na sexta-feira (19), Diário Oficial do Estado (DOE), causou espanto ao proibir a entrada na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) com base no vestuário das pessoas, a partir do que se...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.