Reajuste de piso de professores deve ser menor que o previsto

O piso nacional dos professores deverá sofrer um reajuste menor que o previsto em razão da queda da arrecadação de tributos pelo governo. A expectativa no início do ano era de que os docentes teriam um aumento de 21% em 2013, mas o índice corre o risco de ficar abaixo dos 7,86% concedidos em 2010. O Ministério da Educação (MEC) diz que a taxa só será definida no fim do ano.

Este ano a categoria recebeu 22% de aumento, o que comprometeu o orçamento de Estados e municípios e reabriu a discussão sobre o cálculo do reajuste. Um acordo entre prefeitos e docentes pode equilibrar a situação. Pela proposta, a atualização dos salários seria feita pela reposição da inflação do ano anterior mais 50% da variação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) nos últimos dois anos.

Para o coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, a mudança deve acabar com as dificuldades para cumprir a Lei do Piso. "É preciso melhorar os vencimentos iniciais dos professores para tornar a carreira mais atrativa", diz. A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) apoia a proposta, elaborada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). "O modelo atual torna o salário do professor impagável com o passar do tempo", afirma o prefeito de Vitória (ES), João Coser, presidente da FNP.

Cara chama de "inaceitável" um projeto de lei que aguarda votação na Câmara e determina que a correção do piso seja feita com base na inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). "O trabalhador precisa ter aumentos reais", argumenta.

Atualmente os professores da educação básica (ensino infantil ao médio) na rede pública recebem R$ 1.451 mensais. A remuneração vale para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Entidades ligadas ao magistério, porém, afirmam que nem todos os Estados e municípios cumprem a norma.

Segundo a CNTE, apenas os governos de Acre, Amapá, Distrito Federal, Mato Grosso e Rondônia obedecem a todos os pontos da Lei do Piso, o que inclui a destinação de 1/3 da jornada para atividades extraclasse.

A lei existe desde 2008 e já foi contestada por alguns governadores na Justiça. No mês passado seis deles questionaram no Supremo Tribunal Federal (STF) a regra em vigor, alegando que perderam a autonomia para determinar os vencimentos de seus servidores. O ministro Joaquim Barbosa será o relator do processo, que ainda não tem data para ir a julgamento.

O piso é atualizado de acordo com a variação no valor mínimo de investimento por aluno previsto no (Fundeb). Com menos tributos alimentando o fundo por conta da desaceleração da atividade econômica, caíram também as projeções de reajuste salarial para os docentes.

Em nota, o MEC diz que a reestimativa de recursos do Fundeb só é definida pelo Tesouro Nacional no fim do ano. "Portanto, qualquer avaliação sobre o volume de reajuste, ou de eventual mudança na fórmula, é precipitada", afirma a pasta.

(Estadão)

 
Facebook Twitter Youtube A Rádio pela Educação
 
 
 
Receba o Boletim
Weblinks das Afiliadas
Quadro de Greves
Giro pelos Estados
Moções
Galeria de Fotos
CNTE na CONAE 2010
Eventos anteriores
 
Fale conosco
Webmail CNTE
Campanhas anteriores
 
  CNTE TV
 
  Últimas notícias
 
01/10/2014 - 16:34
Amanhã, dia 2/10, às 11 h da manhã, na EEB Leonor de Barros, RUA PASTOR WILLIAN RICHARD SCHISLER FILHO, 497, ITACORUBI, acontecerá um Ato Público com a presença de pais, alunos, professores e SINTE/SC em forma de protesto pela precariedade da situação da...
01/10/2014 - 16:25
ms-fetems-recebeu-participantes-do-curso-de-formacao-sindical-da-cut A FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), foi palco nos dias 29 e 30 de setembro do Encontro Estadual de Formação da CUT/MS. O evento começou com uma palestra da economista do DIEESE/MS (Departamento Intersindical de...
30/09/2014 - 16:34
pe-simpere-faz-pedagio-pela-devolucao-do-salario-dos-professores GERALDO JÚLIO, DEVOLVA O SALÁRIO DOS PROFESSORES! Na assembleia do dia 11/9, a categoria aprovou uma série de iniciativas da campanha “Geraldo Júlio, Devolva o salário dos professores!”. Uma delas foi um pedágio denunciando as péssimas condições das...
30/09/2014 - 11:03
Os trabalhadores na Reme (Rede Municipal de Ensino) de Amambai poderão não iniciar as aulas no próximo ano letivo ou mesmo não encerrar o ano letivo de 2014. O anúncio foi feito pela direção do Simted de Amambai (Sindicato Municipal dos Trabalhadores na...
30/09/2014 - 10:24
O Programa Outras Palavras deste domingo (28/09), exibido das 7h às 7h:30, na TVs Band Minas e Band Triângulo, traz no quadro Educação em Debate uma conversa da coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, Beatriz Cerqueira, com a secretária de Relações...
30/09/2014 - 09:47
go-sintego-promove-a-1-reuniao-estadual-da-nova-diretoriaO Sintego promoveu no sábado (26), em Goiânia, a 1º Reunião Estadual da nova diretoria do sindicato, que reuniu dirigentes da Central e das 36 regionais sindicais. Durante o evento, foram apresentadas e discutidas novas linhas de ação para a defesa dos...
29/09/2014 - 16:23
O senso comum liga, frequentemente, os baixos salários dos professores brasileiros ao mau desempenho dos alunos. Mas a verdade é que, embora importante, o dinheiro que vai para o bolso dos docentes não o único fator a pesar nessa equação. É o que apontam...
26/09/2014 - 18:17
reajuste-do-piso-do-magisterio-a-luta-continua Passada a mobilização em torno do Plano Nacional de Educação (a luta agora fica por conta da elaboração democrática e aprovação dos planos subnacionais até 24/06/2015), a CNTE convoca a categoria para atuar em defesa da Lei do Piso (no 11.738), em...
26/09/2014 - 17:03
Com o objetivo de estimular um dia de professor com homenagem aos educadores nas redes sociais, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) está organizando uma campanha de fotografias. Professores, funcionários de educação e estudantes...
26/09/2014 - 14:08
mg-assista-os-videos-que-o-tre-mg-censurou-a-pedido-da-coligacao-encabecada-pelo-psdb   Vídeo 1 - Sind-UTE/MG (Sind-UTE/MG, 26/09/2014)
24/09/2014 - 17:11
A maior entidade sindical do Paraná, com mais de 70 mil sindicalizados em todo Estado, elegeu, no último dia 10, os representantes para o próximo mandato de três anos. No total, 35.222 trabalhadores em Educação foram às urnas para escolher as chapas para...
24/09/2014 - 17:09
Em repúdio ao retrocesso da Prefeitura de Maceió e da Semed em relação à implantação do 1/3 de hora-atividade, Sinteal e trabalhadoras/es da rede pública municipal de educação realizaram na manhã desta quarta-feira (24), um “acampamento de luta” no pátio...
 

Mais Giro pelos Estados...

 
   
 
Institucional
A CNTE
Estatuto
Diretoria 2014/2017
Entidades Filiadas
Caderno de Resoluções 2011
Caderno de Resoluções 2008
Secretarias
Aposentados e Assuntos Previdenciários
Formação
Relações de Gênero

Legislação
Educacional
Profissional
Lutas da CNTE
O PNE que o Brasil quer
Piso Salarial e Carreira
PDE
Fundeb
Projetos no Congresso
Reforma Tributária

Quadro de Greves

Galeria de Fotos
Publicações
Pesquisas
Revistas
Livros
Artigos

Escola de Formação
Retratos da Escola
Notícias
Eventos de Formação
Weblinks
Comunicação
CNTE Informa
CNTE Notícias
Notícias
Artigos
Releases

Fale conosco