SP: Professores de 7 das 60 melhores escolas não vão receber bônus

Apesar de estarem entre as 60 melhores escolas da rede estadual de São Paulo, em sete delas os professores não receberão bônus por desempenho ou terão a gratificação reduzida, pois os colégios recuaram no indicador de qualidade.

Nessa situação, por exemplo, está a Professor Ennio Voss (no Brooklin, zona sul), que teve a nota mais alta de 5ª a 8ª série.

A Secretaria da Educação estabeleceu metas de melhoria para cada escola, com base no Idesp (índice que considera a nota dos estudantes em português, matemática e dados de evasão e reprovação).

Se a unidade atingir o patamar, professores e funcionários da ganharão 2,4 salários adicionais -ou 2,9 salários, caso a unidade passe o objetivo.

Devido a essa metodologia, professores de seis escolas de 5ª a 8ª na capital e uma de ensino médio, apesar de estarem entre as primeiras posições do ranking, não receberão o benefício, pois tiveram Idesp 2008 menor que o de 2007 (a reportagem analisou as 20 melhores escolas de 1ª a 4ª, 5ª a 8ª e ensino médio da capital).

A assessoria de imprensa da Secretaria da Educação do governo José Serra (PSDB) informou ontem (19) que qualquer unidade que recuou ou estagnou no indicador não receberá o benefício. O objetivo do bônus, diz a pasta, é que todas as unidades melhorem, mesmo as que já estavam melhores que as outras. O governo afirma ainda que, por estarem com indicadores altos, o avanço esperado nestas unidades é menor.

Na escola Professor Ennio Voss, o Idesp 2007 foi de 4,33, numa escala de 0 a 10. No ano seguinte, recuou para 4,13, com uma meta de 4,4. A reportagem não conseguiu contato com a direção da unidade.

"Absurdo"

"Não pagar bônus para professores das melhores escolas é um absurdo, porque elas já estavam em um patamar muito alto", disse o presidente da Udemo (sindicato dos diretores das escolas estaduais), Luiz Gonzaga de Oliveira Pinto.

Já para o pesquisador da USP e Ibmec SP Naércio Menezes Filho, a metodologia está correta. "Há espaço para todas as escolas melhorarem. Não seria justo pagar para uma que não avançou nada."

A Secretaria de Estado da Educação afirmou que vai estudar o motivo pelo qual essas melhores escolas perderam rendimento.

Caso o professor trabalhe apenas na etapa de uma unidade que não atingiu a meta, ele não receberá nenhuma bonificação. Caso trabalhe em outra que tenha atingido o objetivo, o pagamento será proporcional.

Fonte: Folha de S. Paulo
 
 

 

 
Facebook Twitter Youtube A Rádio pela Educação
 
 
 
Receba o Boletim
Weblinks das Afiliadas
Quadro de Greves
Giro pelos Estados
Moções
Galeria de Fotos
CNTE na CONAE 2010
Eventos anteriores
 
Fale conosco
Webmail CNTE
Campanhas anteriores
 
  CNTE TV
 
  Últimas notícias
 
20/10/2014 - 15:51
  Entre os dias 21 e 24 de outubro, o Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (SINPEEM) realiza o 25º Congresso de Educação, no Palácio das Convenções do Anhembi, com o tema “Educação: mutações e...
15/10/2014 - 17:25
Por orientação da Direção Executiva do SNTE/SC a Secretaria de Assuntos Educacionais e Culturais, através de seu Secretário Aldoir Kraemer articulou várias entidades representantes da sociedade civil, que tem assento no Fórum Estadual de Educação, para...
15/10/2014 - 17:03
Entrar em sala de aula com crianças e adolescente e um currículo para cumprir é uma atividade repleta de prazer e também de desafios. No Dia do Professor, comemorado hoje (15), docentes que estão há pouco tempo na sala de aula conversaram com a Agência...
15/10/2014 - 16:51
A ideia de uma gestão pública que seja eficiente e que cuida dos seus cidadãos é o que todos almejamos. Foi isso, entre tantas bandeiras, cartazes e palavras de ordem, que as manifestações de junho de 2013 pediram: que o Estado se materialize na vida das...
15/10/2014 - 16:00
A saída estrepitosa de Xico Sá da Folha é um marco numa nova era na vida dos jornalistas. Xico deixou o jornal depois que foi proibido de expressar apoio a Dilma numa coluna.  Quanto isso o indignou pode ser visto numa série de tuítes que continham...
15/10/2014 - 15:46
al-sinteal-lanca-campanha-nossa-forca-e-voce-vem-pro-sinteal-filie-seVisando o fortalecimento da luta dos trabalhadores e trabalhadoras da educação básica das redes públicas (estadual e municipal de Maceió), a diretoria do Sinteal lançou, nesta 3ª feira (14/10) a campanha de filiação “Nossa força é você! Vem pro Sinteal....
15/10/2014 - 15:09
se-professores-participam-de-debates-sobre-autonomia-escolar-e-o-perigo-dos-pacotes-educacionaisA primeira atividade da programação alusiva ao mês do professor realizada pelo SINDIPEMA, a mesa de debates sobre “Programas Educacionais” e “Autonomia Pedagógica da Escola” foi um sucesso! Conduzidas pelo presidente do sindicato, Adelmo Meneses Santos,...
15/10/2014 - 10:23
ensinaeaprende-uma-homenagem-da-cnte-ao-dia-do-educador O dia do professor merece reconhecimento! Por isso, a CNTE fez uma campanha nas redes sociais para valorizar a relação do educador com o estudante. Com a #EnsinaEAprende, mais de cem pessoas postaram selfies entre aluno, professor e funcionário de...
14/10/2014 - 08:29
ms-simtrema-vai-entrar-na-justica-contra-prefeitura-para-cobrar-beneficios-que-nao-foram-pagos-aos-educadores O SIMTREMA (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) de Maracaju vai entrar na Justiça contra a Prefeitura Municipal para reaver valores que não foram pagos aos educadores. Nesta segunda-feira (13), a presidente do sindicato, Ludemar Solis...
13/10/2014 - 18:15
nota-de-pesar-pelo-falecimento-da-professora-stella-maldonado A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação- CNTE manifesta aos Companheiros/as da CTERA seu profundo pesar pelo falecimento da Professora Stella Maldonado, Secretária Geral dessa Confederação e integrante da Direção Mundial da Internacional...
13/10/2014 - 14:54
a-educacao-repudia-o-preconceito-e-a-intolerancia A infeliz declaração de um dos mais impopulares ex-presidentes do Brasil – que não se cansa de servir de porta-voz a uma elite conservadora, mesquinha e preconceituosa – desencadeou uma onda nefasta de preconceito e intolerância contra a população...
08/10/2014 - 14:48
Apaixonada pela Educação, Tânia Mara Mendes da Conceição, de 49 anos, diz que é uma professora exigente. “Com ela não tem moleza não”, diz. Mas, o jeito de bravo logo amolece quando fala dos alunos. Professora na alfabetização, Tânia Mara, de Corumbá,...
 

Mais Giro pelos Estados...

 
   
 
Institucional
A CNTE
Estatuto
Diretoria 2014/2017
Entidades Filiadas
Caderno de Resoluções 2011
Caderno de Resoluções 2008
Secretarias
Aposentados e Assuntos Previdenciários
Formação
Relações de Gênero

Legislação
Educacional
Profissional
Lutas da CNTE
O PNE que o Brasil quer
Piso Salarial e Carreira
PDE
Fundeb
Projetos no Congresso
Reforma Tributária

Quadro de Greves

Galeria de Fotos
Publicações
Pesquisas
Revistas
Livros
Artigos

Escola de Formação
Retratos da Escola
Notícias
Eventos de Formação
Weblinks
Comunicação
CNTE Informa
CNTE Notícias
Notícias
Artigos
Releases

Fale conosco