SE: Orçamento da educação recebe mais recursos, mas mantem cortes na alimentação escolar e remuneração de professores e funcionários

Publicado em Quarta, 14 Dezembro 2016 11:00

banner giro pelos estados

Estudantes, professoras e professores (da ativa e aposentados) voltaram nesta terça, dia 13, a ocupar as galerias da Assembleia Legislativa para reivindicar que a Lei Orçamentária Anual não fosse aprovada com os cortes no orçamento da Educação.

A votação que a princípio estava prevista para esta terça foi adiada para próxima sexta, dia 16. A novidade é que o governo do Estado enviou emenda modificativa e colocou mais R$30 milhões destinados a reforma e ampliação das escolas de Ensino Fundamental, Médio e Profissionalizante.

Mesmo com a adição destes recursos, setores essenciais da Educação da rede estadual continuam com cortes. É o caso da alimentação escolar e da remuneração dos professores e funcionários lotados nas escolas.

Comparando com 2016, a redução de investimentos para 2017 na alimentação escolar é de R$21milhões e para o pagamento do magistério e dos funcionários lotados nas escolas é de R$25 milhões.

“A emenda enviada pelo governo é resultado da ação e resistência do magistério e dos estudantes durante todo esse período, isso representa a retomada de recursos para a Educação que é importante, no entanto o governo apresenta para áreas específicas. Mais ainda temos dois problemas que permanecem. Redução de recursos para alimentação escolar e pagamento de folha do magistério. E isso é extremamente preocupante, o magistério da rede estadual está sem reajuste há três anos (2012, 2015 e 2016) e como fica a vida do professor e da professora se há uma diminuição nos recursos para pagamento de folha. É preciso que o governo apresente proposta de garantia de reestruturação da carreira do magistério e para isso é necessário ter recursos”, aponta Ivonete Cruz, presidenta do SINTESE.

A deputada Ana Lúcia em seu pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa foi taxativa ao dizer que nem os professores e professores, nem os funcionários irão aceitar essa política de desvalorização salarial. “O que o Governo do Estado ao não colocar no orçamento mais recursos para o pagamento dos salários contribui para uma pauperização violenta de todos que contribuem no chão da escola”, disse.

(SINTESE, 14/12/2016)

 
 
 
 
CNTE e entidades filiadas avaliam a Greve Geral e se preparam para mobilização no dia 31 de março (25/03/2017)
 
 

Programa 582: CNTE comemora adesão de 98% das entidades filiadas na Greve Geral

 
 

FMLN condena golpe de estado contra presidenta Dilma Rousseff no Brasil

 
  17/03/2017
Boletim CNTE 782
Os riscos impostos à Previdência e ao Trabalho no Brasil
INFORMATIVO CNTE 782  
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Após decisão do ministro Luis Roberto Barroso, no dia 21 de março, que suspendeu (por meio de liminar) a lei da Escola Livre, o Sinteal realizou, nesta segunda-feira (27), um café da manhã com alguns dos principais...
Os trabalhadores e as trabalhadoras em educação de Minas Gerais, em greve por tempo indeterminado, desde o dia 15 de março, realizam hoje (27/03) desde às 8 horas, ato público e diálogo com a...
Cerca de 250 pessoas se reuniram na manhã de sábado (25), no Largo do São Bento, em Sorocaba (SP) para protestar contra as reformas da previdência e as alterações na lei que aprova a terceirização de...
Cerca de 3.000 pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar, participaram de um protesto na manhã deste sábado (25), na avenida Paulista, em São Paulo, contra as reformas propostas pelo governo do presidente Michel Temer...
A Assembleia da Rede Municipal e Estadual realizada na última sexta-feira (24), que contou com a presença dos trabalhadores em educação das redes, votou pela continuidade da greve dos trabalhadores em educação do...
Professores protestavam na manhã deste sábado (25) na região central de São Paulo, contra a proposta de reforma da Previdência, informou a assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM). O ato foi encarrado no...
Os professores da rede municipal de ensino de São Vicente, no litoral de São Paulo, decidiram manter o estado de greve e formar uma comissão para avaliar as contas municipais, a fim de estudar a possibilidade de aumento salarial para...
A professora doutora Sandra Garcia, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), aponta os reflexos da Reforma do Ensino Médio para a Educação Pública brasileira durante Seminário Estadual do Sintep/MT e Audiência...
A greve foi suspensa nesta sexta-feira, mas a luta continua! A reforma da previdência deverá entrar na pauta para votação no plenário, na segunda quinzena de abril. Por isso, não é hora de relaxar, de...
A Assembleia da Rede Municipal e Estadual, realizada nesta sexta-feira, 24, contou com a presença maciça dos trabalhadores em educação das redes e votou pela continuidade da greve dos trabalhadores em educação...
A manifestação realizada no bairro do Itaigara encerrou em frente à casa do deputado Arthur Maia, relator da famigerada PEC 287, que trata da Reforma da Previdência. Veja aqui a matéria. (APLB/BA, 24/03/2017)
Nos dias 28 e 29 de março, o CPERS realiza o Encontro Estadual dos Aposentados, organizado pelos Departamento dos Aposentados e de Cultura. A iniciativa ocorre no auditório Itapema no Centro de Eventos do Plaza São Rafael (Av....
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.