SP: Profissionais de educação da rede municipal de ensino realizam paralisação e manifestação nesta quinta-feira, às 15h

Publicado em Quinta, 18 Maio 2017 08:24

Convocados pelo Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (SINPEEM), docentes, gestores, agentes escolares, auxiliares técnicos de educação e agentes de apoio associados à entidade realizam, nesta quinta-feira (18), paralisação, manifestação e assembleia geral, às 15h, em frente à Prefeitura, no Viaduto do Chá.

Além de lutar contra as reformas da Previdência e trabalhista, a categoria, com data-base em maio, reivindica a retirada da Câmara Municipal do Projeto de Lei nº 621/2016, que dispõe sobre a criação do Regime de Previdência Complementar, (Sampaprev) na Prefeitura de São Paulo, e o atendimento a todas as reivindicações da campanha salarial de 2017. Entre elas, fixação de novos valores de pisos para o Quadro dos Profissionais de Educação, fim da política de terceirização, reposição das perdas salariais, isonomia entre ativos e aposentados, restabelecimento da paridade para todos os aposentados, redução do número de alunos por sala/turma/agrupamento, condições de trabalho, saúde, combate à violência, questões funcionais, organização das escolas, formação, convocação de todos os aprovados em concursos e realização de concursos para docentes, gestores e Quadro de Apoio (veja a íntegra da pauta no Jornal do SINPEEM).

Entre os meses de março e abril, o SINPEEM realizou sete paralisações e manifestações e participou da greve nacional da educação, convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), iniciada 15 de março. Nos dias 27 e 31 de março, quando a greve foi encerrada, o governo Doria apresentou suas propostas à categoria, assinando Protocolo de Negociação, ratificado em reunião ocorrida no dia 28 de abril (durante a greve geral), entre elas o pagamento dos dias parados, mediante reposição.

Valor do PDE de 2017 será de R$ 2.640

Com a justificativa de queda das receitas da Prefeitura, a equipe do governo Doria informou que o valor máximo do Prêmio de Desempenho Educacional (PDE) de 2017 será o mesmo pago em 2016, de R$ 2.640. Os critérios para o pagamento do prêmio ainda são discutidos nas Mesas Setoriais de Educação, entre o governo e os sindicatos, para que o decreto possa ser publicado no Diário Oficial da Cidade. Até o momento, além do valor total, só foi definido que a primeira parcela do PDE será paga em junho e segunda parcela em janeiro de 2018.

Também estão em discussão a criação dos grupos para tratar das questões sobre saúde e segurança dos servidores, infraestrutura das Emeis, transformação dos cargos de professor de educação infantil em professor de educação infantil e ensino fundamental I, entre outros temas.Convocação de professores de ensino fundamental II e médio 

Sobre a reivindicação do SINPEEM em relação ao concurso de professor de ensino fundamental II e médio, a Secretaria Municipal de Educação afirmou que a autorização para a chamada já foi solicitada à Secretaria Municipal de Gestão e que a convocação de cerca de 1.500 candidatos aprovados em concurso público seria publicada no DOC de 18 de maio, com previsão de escolha de vagas para os dias 01, 02, 05, 06, 07 e 08 de junho.

Governo diz que apresentará proposta de reajuste dos pisos

Tendo em vista que o artigo 100 da Lei nº 14.660/2007 determina que os pisos remuneratórios devem ser reajustados anualmente, na data-base dos profissionais de educação, o governo Doria garantiu que também apresentará nesta quinta-feira sua proposta ao SINPEEM. O reajuste será retroativo ao dia 1º de maio. Afirmou, ainda, que está estudando a valorização do auxílio-refeição e do vale-alimentação.

(Sinpeem, 18/05/2017)

 
 
  14/06/2017
Boletim CNTE 791
As parcerias público-privadas na educação: é preciso reagir à privatização da escola pública
INFORMATIVO CNTE 791  
 
 
Conselho Nacional de Entidades fortalece mobilização no próximo dia 30 (22/06/2017)
 
 

Programa 587: CNTE e várias entidades anunciam saída do Fórum Nacional de Educação

 
 

FMLN condena golpe de estado contra presidenta Dilma Rousseff no Brasil

 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Após anunciarem saída do Fórum Nacional de Educação (FNE), que teve sua composição alterada por portaria publicada pelo Ministério da Educação, entidades lançam o Fórum...
Vivemos momentos de várias tentativas de privatização da Escola Pública no Brasil e em Mato Grosso. O governo Pedro Taques, refém dos interesses empresariais que financiaram sua campanha, não se faz de rogado e...
O Sinteal se reuniu, na tarde desta segunda-feira (26), com o secretário de Estado de Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques, quando cobrou respostas de vários pontos da pauta de...
O Sinpro convoca os/as professores/as e orientadores/as educacionais para um ato de protesto em Taguatinga, nesta sexta-feira (30/6) – dia de Greve Geral. A atividade está marcada para as 9h, na Praça do Relógio. A categoria...
As eleições gerais do Sinte-PI aconteceram no último dia 19 de junho de 2017 e levaram quase 14 mil associados às urnas, no horário das 8h às 21h. Foram 158 urnas distribuídas em todo o estado para...
Nesta terça e quarta-feira (27 e 28), ocorrem as eleições do CPERS, maior entidade sindical do Sul do Brasil, com 83.200 associados atualmente. Durante estes dois dias, os sócios da entidade elegerão a Diretoria...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE vem a público manifestar a sua contrariedade quanto à metodologia utilizada na pesquisa divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e...
Tomei conhecimento de mais um lamentável e inaceitável incidente ocorrido em uma escola da rede estadual. Desta vez, o carro da professora e coordenadora da Escola Estadual Professora Vânia Aparecida Cassará, em Mogi das...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) ingressou hoje (23) com Ação Direita de Inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a Emenda Constitucional (EC) 95/2016,...
Diante das denúncias contra o Governador Raimundo Colombo, tanto com relação às contas aprovadas pelo TCE, mesmo com 18 ressalvas, quanto às acusações de recebimento de propina da JBS e Odebrecht,...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) ingressou nesta sexta-feira, 23, com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a Emenda Constitucional (EC)...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) defende que a Emenda Constitucional (EC) 95/2016, que promove o congelamento dos recursos para a educação e a saúde pelos próximos 20...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.