SC: EEM Irmã Maria Teresa realiza semana inédita sobre a Diversidade

Publicado em Quarta, 16 Maio 2018 15:55

2018 05 16 giro sinteSC

Começou nessa segunda-feira (14/5), a 1ª Semana da Diversidade da EEM Irmã Maria Teresa, em Palhoça, que irá realizar uma série de atividades com o objetivo de debater a LGBTFobia no espaço escolar, bem como, desconstruir o preconceito e a intolerância a diversidade, iniciativa pioneira na Grande Florianópolis que poderá servir de exemplo para que a discussão seja feita na rede pública de ensino, pois em um tempo de polarização política e ódio, a escola deve ser um lugar de pluralidade e respeito.

A melhor maneira de ser fazer isso: uma educação transformadora, que acolhe os indivíduos e abre um canal de diálogo, para que desta forma, as diferenças não sejam mais encaradas como anormais e sim como parte da vida humana. O Brasil, atualmente é um dos países que mais mata e criminaliza LGBTIs.

Ao entrar na escola, nos corredores, paredes, portas, dezenas de cartazes com frases, desenhos, pinturas e informações sobre o tema, todo material elaborado pelos/as alunos/as, orientados pelos/as professores/as. Os melhores cartazes serão premiados, através do Concurso realizado pela escola. A abertura contou com presença massiva dos estudantes, docentes e do SINTE/SC, que através do Coletivo LGBTI da entidade apoiou a iniciativa e estará dando suporte durante toda a semana. No decorrer das atividades acontecerão palestras, bate papos e atividades artísticas e culturais, como teatro e performances.

Robson Fernandes, representante dos Professores da EEB Irmã Maria Teresa, fala que a semana da diversidade vai discutir temas que estão sendo alvo de ignorância pelo “senso comum”, grande parte, pela falta de conhecimento teórico e científico pertinentes a população LGBTI. Sendo assim, a programação será de palestras ministradas por pessoas com responsabilidade social e acadêmica para abordar o assunto. Robson diz que a escola tem papel de construtora da igualdade, respeito, valores morais e éticos entre a comunidade.

O Profº Michel Flor – Secretário de Organização Sul e diretor do Coletivo LGBTI do SINTE falou da importância do debate na escola, destacou a atual conjuntura política, onde querem calar as vozes nos espaços educacionais, e citou a retirada do termo gênero da BNCC – Base Nacional Comum Curricular e o projeto escola sem partido, que visa exatamente impedir que atividades como esta ocorram nas escolas, o que é muito preocupante. O dirigente ressaltou que certamente esta semana de formação e atividades mudará muitos conceitos sobre o que cada um pensa sobre a população LGBTI.

O Profº Sandro Luiz Cifuentes – Secretário Geral e Diretor do Coletivo LGBTI do SINTE/SC falou que a partir desse grande evento, se quebra um grande tabu, pois hoje a população LGBTI no Brasil vem sentindo o conservadorismo voltar, um desmonte das políticas públicas e a retirada de direitos, ele cita como exemplo o PNE – Plano Nacional de Educação, o qual, com apoio das bancadas fundamentalistas, retirou as discussões sobre a questão de gênero do plano, tornando essa população invisível nas escolas, mas elas existem, são alunos/as, professores/as, pais e mães. Sandro citou ainda, os municípios de Jaraguá do Sul e Blumenau que aprovaram em suas Leis municipais, a retirada da palavra gênero de qualquer documento, até mesmo o “gênero alimentício”, demonstrando o grande ódio, por não entenderem que o debate que fazemos, que tem o objetivo de que todos entendam sobre igualdade, e que temos os mesmos direitos, independente de sexo, raça, cor ou crença religiosa.

Os dirigentes do SINTE/SC parabenizaram a direção, professores e estudantes pelo grandioso e importante evento que estão realizando.

“Estamos aqui para falar de respeito, que nem todo mundo precisa concordar, mas a escola precisa fazer esse debate, incentivando os alunos a praticar o amor ao próximo”, disse a representante dos estudantes da escola Maria Eduarda.

O Diretor Osni Cardoso ressaltou que a semana também vai servir para que os professores façam uma reflexão sobre o tema, e do momento que estamos vivendo de grande intolerância, oportunizando aprimorar conhecimentos sobre a diversidade para trabalhar em sala de aula, principalmente, visando evitar qualquer tipo de discriminação no ambiente escolar.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DA DIVERSIDADE EEBIMT

DIA

MATUTINO

VESPERTINO

NOTURNO

14/05

Segunda- feira

CERIMÔNIA DE ABERTURA

PALESTRANTE:  Advogado Salvador G. Júnior

Tema: “HOMOFOBIA, REORIENTAR É RETROCEDER.”

PALESTRANTE: Psicólogo Fernando Maldonado Tema: “Nome Social e Banheiro Inclusivo e experiências de vida”

Palestrante: Advogado Salvador G. Júnior

Tema: “HOMOFOBIA, REORIENTAR É RETROCEDER”

(ginásio)

Palestrante :  Professor Doutorando, ativista e membro do Fórum Catarinense  LGBT Anderson Carlos Santos de Abreu

Tema: “O papel das Instituições Escolares na promoção de Políticas Públicas Pró Diversidade”

15/05

Terça-feira

Performance Artística : Ohara Gray – “Não Recomendado”

Performance Artística : Ohara Gray – “Não Recomendado”

Performance Artística : Ohara Gray – “Não Recomendado”

Bate- Papo com Selma Light  Tema : “Vivências Trans

“Escolha dos cartazes do Concurso pelos alunos, funcionários e professores”

16/05

Quarta -feira

Palestrante: Leonardo Oliveira

Tema: “Cultura , gênero  e teoria queer”

Palestrante: Advogado Salvador G. Júnior

Tema: “HOMOFOBIA, REORIENTAR É RETROCEDER”

Performance Artística : Lirous com bate-papo Tema: “Vivências Trans”

17/05

Quinta-Feira

Palestrante professor Robson Ferreira Fernandes

Tema: “ Gênero e Bullying Homofóbico na escola”

Palestrante Advogado Doutorando Rodrigo Sartori

Tema: “Conquistas de Direitos das mulheres, LGBTS na constituição à partir de 1988.”

Cerimônia de Premiação “Concurso de Cartazes”

Palestrante professor Robson Ferreira Fernandes

Tema: “ Gênero e Bullying Homofóbico na escola” (ginásio)

PALESTRANTE: Psicólogo Fernando Maldonado Tema: “ Nome Social e Banheiro Inclusivo e experiências de vida”

(auditório)

Performance Artística Toxy Petrova

 

O horário de início das atividades nos respectivos períodos serão:

Matutino - 8:00 até 11:50

Vespertino - 13:30 até 17:30

Noturno - 18:30 até 22:00.

Durante todos os recreios haverá apresentações artísticas do Grupo Teatral Insanus.

(Sinte-SC, 16/05/2018)

 
 
  19/06/2018
Boletim CNTE 815
Instituto divulga relatório sobre o PNE e os resultados tendem a piorar
INFORMATIVO CNTE 815  
 
 
Heleno Araújo conclama categoria para apoiar greve dos eletricitários
 
 

Programa 602: Heleno Araújo participa de audiência pública no senado sobre violência nas escolas

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Em uma data histórica para a luta sindical em Alagoas, os/as servidores/as públicos/as municipais de Maceió, organizados por suas entidades (Sinteal, SindPrev, SindsPref, Saseal, entre outras; apoiadas pela CUT/AL), realizaram, na...
Representado por diretores/as da executiva estadual, o Sinteal participou, na manhã desta segunda-feira (16), de ato público em favor da garantia da destinação dos 60% (sessenta por cento) dos recursos dos precatórios...
A formatura de 74 novos professores do estado de Guerrero, no México, em 13 de julho, não estava completa. Faltavam os 43 estudantes da Escola Normal Rural Raul Isidro Burgos, desaparecidos em 26 de setembro de 2014. O nome de cada um foi...
Na última sexta, dia 13, comemoramos, em Assembleia festiva, uma série de avanços conquistados nas negociações da pauta reivindicatória 2018 (7% de aumento, a equiparação do auxiliar de classe com...
Nesta segunda-feira (16) completa o sexto dia da greve da Educação Municipal de Salvador que teve início na quarta-feira (11). A mobilização e disposição de luta continua firme e crescendo, apesar das...
Os servidores que foram contratados até 15 de março de 1987 e que mudaram de regime de celetistas para estatutários serão beneficiados pela transposição com a conversão da Medida Provisória 817 na...
Em assembleia geral organizada pelo Sinteal e núcleo regional, realizada nesta 6ª feira (13), as/os trabalhadoras/es em educação da rede municipal aprovaram o reajuste de 6,81% proposto pelo gestor, mas definiram também...
Lu Sudré Enquanto o salário mínimo brasileiro é de R$ 954, há quem receba um salário maior do que R$ 3 milhões mensalmente. É o que mostram dados da Comissão de Valores...
Na última quinta-feira (12/07/18) ocorreu uma agenda de reunião entre o Governo do Estado e o Sind-UTE/MG.Durante a reunião, o Sindicato cobrou soluções para o atraso e parcelamentos dos salários dos/as...
NOTA PÚBLICA O Governo Pinho Moreira (MDB) anunciou, em 12/07, que fará o parcelamento da metade do 13º salário dos servidores estaduais, sob o pretexto de contenção de despesas e controle de gastos. O valor...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação manifesta total e veemente repúdio ao tratamento inaceitável porquanto agressivo, misógino e discriminatório, dispensado à deputada...
Em meio a tantas dúvidas e informações desencontradas sobre o tema, o Sinteal realizou nesta quinta-feira (12), um Seminário sobre problemas e perspectivas sobre os recursos do FUNDEF. O evento aconteceu no Espaço...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.