Aposentadoria especial é tema de debate no Senado

Publicado em Terça, 01 Agosto 2017 15:34

DSC 0161

A Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa (CDH), do Senado Federal, realizou nesta terça-feira (1), uma audiência pública interativa para discutir as aposentadorias especiais. A Reforma da Previdência, proposta pelo Governo Federal, em tramitação na Câmara dos Deputados (PEC 287), que também está sendo analisada em Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Senado, traz mudanças para a obtenção do beneficio. O encontro contou com a participação de Selene Michielin, secretária de aposentados da CNTE, e Beatriz Cerqueira, secretária de organização da CNTE.

A aposentadoria especial é concedida para os profissionais de atividades que apresentam riscos à saúde ou que comprometam à integridade física do trabalhador. A lei contempla o beneficio para algumas categorias, como por exemplo, professores e policiais que têm o direito com 30 anos de contribuição para homens e 25 anos para mulheres.

Para a secretária de aposentados, estamos vivendo em um estado de exceção. “Nós estamos discutindo aqui não uma reforma, mas sim o fim da aposentadoria especial”.

Selene Michielin ressaltou ainda que muitos dos professores sofrem de depressão, devido ao stress do dia a dia. “Lidamos com a cobrança das famílias que depositam em nós o futuro de uma geração, com a violência que chega às escolas, com três turnos por dia, sem descanso ou lazer. Portanto, a aposentadoria especial é uma forma de reconhecimento e um direito dos professores”.

A senadora Fátima Bezerra (PT/RN), presente no debate, destacou que as reivindicações dos trabalhadores são legítimas, que não são privilégios, mas sim direitos deles. "Trata-se de direito de proteção, como imaginar o magistério sem esse direito de proteção, que ingressa bem cedo em uma sala de aula, sem nenhuma garantia ou estímulo para o exercícios de sua profissão. É uma questão de desrespeito com os professores terem que esperar até 60 anos para ter o direito a sua aposentadoria. Este sistema de aposentadoria especial é de extrema necessidade para garantir os direitos desses profissionais".

Segundo Beatriz, o que está havendo é uma mudança na Constituição sem que alguém tenha outorgado esta mudança. “Muitos de nós (professores), por causa do alto índice de cobrança e desgaste físico, estamos sofrendo da Síndrome de Burnout. A aposentadoria especial é um direito do magistério e vamos lutar para mantê-lo”.

 
 
  15/01/2018
Boletim CNTE 809
As ações de resistência para defender a democracia: a pauta em 2018 é ampliar a luta!!
INFORMATIVO CNTE 809  
 
 
INSTITUCIONAL CNTE | Resistência e Convocação para a Conape 2018 (01/12/2017)
 
 

Programa 597: CNTE faz balanço das lutas de 2017

 
 

Nota Pública: Paulo Freire continua sendo o patrono da educação brasileira

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) cobrou da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) a posse dos aprovados no concurso público de 2017. Na reunião, foi informado que o...
Sinteal e trabalhadoras/es em educação da rede pública municipal de Maceió, em assembleia realizada na tarde desta 3ª feira (16/01), na sede do sindicato, no bairro do Mutange, deram início às lutas da...
O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), subsede de Ipatinga, protocolou na Comissão Interamericana de Direitos Humanos, denúncia sobre a situação envolvendo os...
Pela primeira vez na história de atuação do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) em Paranatinga (373 km de Cuiabá), o Sindicato foi convidado para reunião com o chefe do...
O Sinteal conquistou, na justiça, uma vitória na defesa da Gestão Democrática das escolas públicas estaduais de Alagoas. Em decisão do dia 13 de janeiro, o juiz Ayrton de Luna Tenório concedeu liminar...
Foto:Ricardo Stuckert/Instituto Lula Antes do Governo do Lula, os(as) Funcionários(as) da Educação não tinham direito à política de formação continuada e nem eram reconhecidos(as) como...
Diante de resultados de inúmeras pesquisas sobre a educação brasileira, desde as inquietantes reflexões de Anísio Teixeira e Paulo Freire às últimas pesquisas da OCDE - Organização para a...
Os trabalhadores e trabalhadoras em educação, reunidos em assembleia geral na última quarta-feira (10), discutiram sobre a Campanha Salarial 2018, com base no índice de reajuste de 6,81% do Piso Nacional do Magistério...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) faz o alerta de mais uma prática do governo Taques para promover o desmonte da escola pública, de gestão pública, gratuita, laica e de...
Após inúmeras comunicações encaminhadas à Seduc e sem nenhuma reposta, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), José Roque Santiago protocolizou...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) foi convidado para uma reunião na tarde de quarta-feira (10) com a Casa Civil e a Secretaria de Estado da Educação, para ser comunicado que os 40 mil...
Dando início à campanha salarial 2018 na rede pública municipal de educação de Maceió, o Sinteal já encaminhou à Secretaria Municipal de Educação (Semed), na pessoa da titular da...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.