Oficina sobre financiamento da educação abre reuniões dos coletivos da CNTE

Publicado em Segunda, 11 Setembro 2017 13:19

254632b7 246d 4105 a7e3 2aeaf15b5421

Piso, Jornada e Carreira: condições fundamentais para a garantia da qualidade da educação. Este foi o tema da oficina que abriu o Coletivo de Assuntos Municipais neste dia 11, no Hotel Nacional, em Brasília/DF, promovida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação/CNTE. A iniciativa dá início às reuniões de nove coletivos da instituição, que seguem até amanhã na capital do país.

A secretária geral da CNTE, Fátima da Silva, acolheu os representantes de 20 municípios, reunidos para a oficina de aprofundamento voltado ao financiamento nacional da educação, mediada por Henrique Lopes, presidente do Sintep/MT, e coordenada pelos diretores Cleiton Gomes (Assuntos Municipais), Gilmar Soares (Assuntos Educacionais) e Marta Vanelli (Formação). “É fundamental fazermos a leitura dos números e sermos ativos na mesa de negociação com prefeitos, vereadores e secretários de educação. Esse debate, que terá continuidade, faz parte dos eixos que integram o planejamento da nova gestão da CNTE”, destaca Fátima.

A apresentação de Henrique Lopes situou os participantes acerca das diretrizes do piso salarial e plano de carreira defendidas pela Confederação e os desafios que os trabalhadores enfrentam, dentre elas a desvalorização dos profissionais, a terceirização da mão de obra, a reforma trabalhista e o plano de demissão voluntária. O objetivo da formação é instrumentalizar as Lideranças Sindicais Municipais, com ferramentas e metodologias capazes de fornecerem elementos para intervir de forma segura junto ao poder público local, na implantação no piso salarial aos profissionais da educação, tendo como referência a legislação educacional atual e as defesas históricas da CNTE sobre Plano de Carreira (Piso Formação e Jornada).

Nesse sentido, Lopes, que tem atuação de referência na metodologia de acompanhamento do orçamento da educação no estado do Mato Grosso, enfatiza que “Precisamos sair da cegueira situacional de considerar que o financiamento é só o Fundeb, que deixa de fora outros 30% das receitas. Precisamos, ainda, conhecer, em detalhe, os critérios de uso dos recursos e não incluirmos despesas que não correspondem à educação nas escolas”.

Na visão dele, os cuidados passam pela checagem se os 25% da arrecadação destinados à manutenção e desenvolvimento de ensino estão sendo investidos e pela atenção à disponibilidade de receitas, à folha de pagamento e à avaliação para o desempenho profissional. “A previsão de arrecadação é de R$ 141 bilhões, dos quais 129 vêm dos impostos e 12 do complemento do governo”, explica.

A oficina continuará no período da tarde, a partir de atividade prática, com planilha, e debate.

 
 
  21/09/2017
Boletim CNTE 801
19 de setembro: Jornada de Luta Latino-americana em Defesa da Educação Pública
INFORMATIVO CNTE 801  
 
 
Reunião do CNE discute a Reforma da Previdência (14/09/2017)
 
 

Programa 594: Medida Provisória que trata do novo Fies dificulta o acesso ao ensino superior

 
 

CNTE faz análise sobre o PL 6.847/17, que visa regulamentar o exercício da profissão de Pedagogo

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Através de suas diretoras e seus diretores, o Sinteal visitou, nos últimos dias, as escolas das redes públicas estaduais e municipais para distribuir o jornal “Sinteal na Bienal”, produzido especialmente para a 8ª...
Nesta segunda-feira (25/9), em Brasília, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) se mobilizaram na campanha pela coleta de assinaturas pela...
Hoje, dia 25 de setembro, o presidente da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira, a Secretaria da Comunicação, Deumeires de Morais e Sec. dos Funcionários...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais da educação básica brasileira, torna pública a sua solidariedade COM famílias...
Representado por sua diretora jurídica, Cícera Ferreira da Silva, e pela advogada da entidade, Drª Betânia Pereira, o Sinteal se reuniu, na sexta-feira (22), em Arapiraca, com o professor Daniel Macedo, da Escola Estadual...
Cinco professores resistem à greve de fome e completam 112 horas sem alimentação. A greve de fome é um ato de resistência em protesto ao corte de pontos dos trabalhadores em greve que já chega há 20...
A delegação brasileira, formada por representantes da Contee, da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e da Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de...
Apoiando a cultura, a APLB Feira participou e apoiou o “Aberto do Cuca” - evento que comemora os 22 anos do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca) - nesta quinta, 21. Trabalhadores em Educação participaram com a...
O petróleo é da nação, para a saúde e a educação! A CNTE convoca entidades filiadas para a mobilização que vai acontecer em todo o país no dia 3 de outubro pela Soberania Nacional....
O Paulo Freire em setembro realizou, na terça-feira (19), uma Jornada Latino Americana de Luta em Defesa da Educação Pública, Gratuita, Laica e Emancipadora. Pela manhã, a iniciativa foi toda realizada no...
Diretoras do Sinteal participaram, na tarde dessa quinta-feira (21/09), no auditório da Câmara Municipal de Vereadores de Maceió, no Centro desta capital, de um ato conjunto juntamente com companheiras dos demais movimentos...
Na tarde dessa quarta-feira (20), as diretoras do Sinteal Ivanilza Fabricio e Neide Aparecida, junto com a assessoria jurídica da entidade, estiveram reunidas na Promotoria de Justiça de Maragogi, com a Drª. Francisca Paula...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.