Nota Pública: 24 de janeiro de 2018 - se o golpe segue seu roteiro, a luta deve continuar - CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação
     
     
 

Nota Pública: 24 de janeiro de 2018 - se o golpe segue seu roteiro, a luta deve continuar

Publicado em Quinta, 25 Janeiro 2018 16:58

banners nota publica 2

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais do setor público da educação básica brasileira, torna pública a sua disposição de continuar na luta incansável contra o golpe que só gera retrocessos sociais! A decisão de ontem do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que julgou em 2ª instância a sentença proferida pelo juiz de Curitiba contra o ex-presidente Lula, não surpreendeu os mais experimentados na luta política. O golpe segue o seu script, pautado desde que uma presidenta honesta foi apeada do poder sem nenhum crime de responsabilidade.

A surpresa de ontem ficou por conta, claro, do absoluto desprezo do Tribunal recursal aos princípios e regramentos do processo penal, tal como ocorreu no julgamento de 1ª instância que condenou Lula sem provas materiais. Agindo ao arrepio da lei, os três desembargadores escancararam ao mundo suas parcialidades no julgamento. Se a Câmara promoveu o seu show de horrores naquela histórica sessão em que afastou a presidenta Dilma, ontem foi a vez do poder judiciário: os discursos vazios, embora cheios de pompas, expuseram os três desembargadores a uma vergonha de toda uma nação.

A decisão do TRF-4 reforça o caráter classista da justiça brasileira, sobretudo quando analisada em conjunto com a decisão da Procuradoria Geral da República que arquivou inquérito contra o senador José Serra por recebimento de propina da JBS no exterior, na mesma data da condenação de Lula. Ou seja: a justiça do país antecipa e agrava o julgamento de uns e deixa de julgar outros por prescrição (perda de prazo!!!), a depender da casta. Sintomático também desse caráter classista foi a diminuição das penas dos empresários julgados pelos mesmos três desembargadores do TRF-4: enquanto aumentavam a condenação de Lula, diminuíram a quase nada as penas dos empresários delatores, como o conhecido Leo Pinheiro da OAS. Escracho total!!

A verdade é que não temos tempo para choramingo: se o golpe segue seu roteiro, a luta deve continuar nas ruas!! E a mobilização em Porto Alegre demonstrou o poder de força dos movimentos social e sindical. Demonstrou, sobretudo, um ganho da consciência coletiva contra a tentativa desenfreada de setores abastados da sociedade brasileira em criminalizar os partidos de esquerda, os movimentos sociais e suas lideranças, promovendo verdadeiro apartheid político no país.

Não tenhamos dúvidas quanto à capacidade de organização da classe trabalhadora! A luta continua e o golpe e os golpistas não passarão! Essa é a convicção que guia a grande maioria da sociedade brasileira, e os/as educadores/as não se absterão dessa luta por dias melhores para o país e seu povo.

Brasília, 25 de janeiro de 2018

Diretoria Executiva da CNTE

 
 
  07/08/2018
Boletim CNTE 818
Essa é a semana do 10 de agosto: Dia Nacional do Basta!
INFORMATIVO CNTE 818  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária
 
 

Programa 603: CNTE debate Reforma Tributária Solidária

 
 

Nota Pública: Lei da Mordaça (“Escola Sem Partido”) é inconstitucional, antidemocrática e antipedagógica

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Depois de 24 dias de greve, iniciada após a Prefeitura de Vitória da Conquista encerrar o diálogo e as negociações da Campanha Salarial 2018, deixando claro sua ausência completa de habilidade para negociar, os...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí (SINTE-PI) foi informado na manhã desta quarta-feira (15) que o governador Wellington Dias recorreu do despacho da decisão Judicial do desembargador Dr. Joaquim...
O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) realizará em três dias análises sobre os impactos que as políticas educacionais vem trazendo para a Educação Pública nas...
Ansiedade, estresse, dores de cabeça e insônia estão entre os principais problemas que afetam educadores, segundo estudo realizado pela NOVA ESCOLA. Experimente perguntar a um professor como anda a sua saúde –...
“Decisão judicial não se discute, se cumpre!” Com esse objetivo, o Sinteal realizou, na manhã desta quinta-feira (16), uma grande assembleia de greve da rede municipal de Maceió para discutir formas de organizar...
Com o objetivo de pressionar o Governo Municipal e acompanhar na Câmara Municipal de Goiânia na votação da Reforma do Instituto de Previdência do Servidor Municipal (IPSM), PLC 31/2018, que está agendada para...
Após assembleia na manhã dessa segunda-feira, 13 de agosto, a categoria, em votação, deliberou pela suspensão da greve dos profissionais da educação da rede municipal de ensino de Vitória da...
Foto: Luiz Damasceno/CPERS O Movimento Unificado dos Servidores e o Fórum de Servidores Públicos Estaduais preparam, em conjunto, um debate com os candidatos a governador do Rio Grande do Sul. A intenção é sabatinar...
Basta! Essa foi a palavra de ordem do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) durante ato público, sexta-feira (10), na Praça Ipiranga, em Cuiabá. Integrada à mobilização...
Em assembleia unificada, realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (SINTEGO) e as entidades representativas dos servidores municipais, na terça-feira (7/8), foi definido, entre os trabalhadores de todas...
A Diretoria do Sintero esteve, na terça-feira (07/08), em audiência com o secretário Municipal de Educação de Porto Velho, César Licório, para tratar da pauta de reivindicações dos...
“Lutamos pela garantia do respeito e da valorização dos profissionais da Educação pública, não vamos nos calar diante da redução de direitos”, disse o presidente do Sintet, José...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.