Escola Pública do Recanto das Emas (DF) trabalha a Revista Mátria em sala de aula

Publicado em Quinta, 03 Maio 2018 15:14

2018 05 03 destaque 1

Desde 2017, o Centro de Ensino Fundamental 113 do Recanto das Emas (DF) inseriu no calendário escolar atividades que abordam o empoderamento feminino e o respeito às diferenças.

“Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, trouxemos especialistas para conversar com os alunos. A advogada Ludmila Rocha explicou a Lei Maria da Penha e como ela surgiu; a agente penitenciária Débora Cristina Barbosa alertou as jovens sobre a realidade do presídio feminino e a psicóloga master coach Samira Rahhal falou sobre amor próprio”, conta a diretora do CEF 113, Núbia Almeida.

Para abordar a questão da violência contra as mulheres, a professora Rúbia Estefânia Silva trabalhou em salas de aula a cartilha “Vamos Conversar?, doada pela A Casa da Mulher Brasileira e a ONU Mulheres. “Também trabalhei um roteiro de pesquisa sobre a Lei Maria da Penha e realizei uma enquete sobre violência doméstica, que vai virar um gráfico pra saber a realidade da escola. Com a Revista Mátria, da CNTE, os alunos fizeram análises de alguns textos e, de forma anônima, relataram suas experiências com a violência familiar”.

2018 05 03 destaque 4Já a professora Líbia Oliveira Nascimento fez a dinâmica “Mais amor sem favor” para trabalhar a questão das ofensas e agressões. Ela pediu para que os alunos imaginassem uma mulher e pensassem no que eles diriam ou fariam para que esta mulher se sentisse ofendida.

“Coloquei os meninos para pensar: como seria o mundo se realmente tudo que a gente pensa a gente fizesse? E se eles fossem essa pessoa que querem ofender? Ter vontade não é crime, mas todo ato de violência começou com um pensamento. Saber conviver não é um favor, é uma necessidade. Quando você faz algo mal, está criando uma sociedade ruim que pode se virar contra você um dia. Depois de explicar tudo isso a eles, pedi para que pensassem coisas positivas para essa mulher que eles quiseram ofender e redigissem suas desculpas”.

Implantar essas atividades mudou o dia a dia da escola e o comportamento dos alunos. “As crianças desta comunidade são mais pobres e muitas delas acreditam que não tem condições de alcançarem um futuro melhor. Com esses trabalhos, podemos abrir as mentes desses alunos e mostrar quantas oportunidades eles podem ter. Hoje é possível perceber uma total mudança de comportamento e respeito entre eles e com os professores. Estão se mostrando muito mais interessados em debater e aprender”, conclui a diretora.

 

 
 
  10/12/2018
Boletim CNTE 824
É urgente que as entidades educacionais se manifestem contra a aprovação sorrateira da nova BNCC do Ensino Médio
INFORMATIVO CNTE 824  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 606 - Vitória: projeto "Escola Sem Partido" é arquivado

 
 

Parlamentares, educadores/as, estudantes e sociedade derrotam o projeto da Lei da Mordaça na Câmara dos Deputados: uma vitória da resistência!

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Vivemos uma conjuntura de retrocessos em escala mundial. No Brasil, este processo foi acelerado com a eleição fraudulenta de Jair Bolsonaro, pois durante o processo eleitoral houve abuso do poder econômico, que não foi nem...
O Sinteal abriu suas portas, na tarde desta quinta-feira (13/12), para receber centenas de crianças (e familiares) do bairro do Mutange (e entorno), que participaram do já tradicional “Auto de Natal”, que teve...
A prefeita de Guaraí, Lires Ferneda (PSDB) se nega a responder onde foi parar o saldo dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), referente ao ano de 2017. Segundo...
Eleita, nesta quarta-feira (12.12), a nova gestão do Conselho Estadual Alimentação Escolar para mandato 2018 a 2022. Ao todo 28 membros, entre titulares e suplentes, representando quatro segmentos da sociedade (Poder Executivo,...
O Sind-UTE/MG – Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais, vem a público, repudiar a decisão do Governo do Estado, em dar tratamento diferenciado para o pagamento de salários a...
Em contato que manteve nesta quarta-feira, 12/12, com o Chefe de Gabinete da Secretaria Estadual da Educação, a Presidenta da APEOESP, Maria Izabel Azevedo Noronha - Professora Bebel*, obteve a realização de uma...
Professora BebelPresidenta da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de SP)Deputada Estadual eleita O arquivamento da tramitação do projeto da “escola sem partido” na comissão especial da Câmara dos...
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado A Comissão de Educação do Senado Federal iniciou hoje a discussão do PLC 88/2018 (oriundo do PL 1.287/11, da Câmara dos Deputados), que estabelece diretrizes para a...
“Eu sou aquela mulher  a quem o tempo muito ensinou. Ensinou a amar a vida E não desistir da luta, recomeçar na derrota, renunciar a palavras e pensamentos negativos. Acreditar nos valores humanos e ser otimista.” Cora...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais da educação básica pública brasileira, vem a público exigir...
A defesa dos direitos dos trabalhadores deverá enfrentar muitas dificuldades no cenário político que se aproxima, em 2019. A análise é da Secretária de Finanças da CNTE - Confederação...
Nesta segunda-feira (10/12), a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) promoveu um debate em comemoração aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, instituída...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.