Moção de repúdio a prefeitura de São Sebastião do Paraíso/MG pela falta de pagamento dos salários dos trabalhadores em educação do município

Publicado em Quarta, 07 Novembro 2018 13:26

banners mocao de repudio 2

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, entidade representativa de mais de 4 milhões de trabalhadores/as das escolas públicas brasileiras, vem a público REPUDIAR, de forma veemente, a falta de pagamento de salários aos trabalhadores em educação do município de São Sebastião do Paraíso/MG que, desde agosto desse ano, vem reiteradamente tendo os seus salários atrasados ou parcelados.

O município está hoje com mais de 450 professores/as com seus salários atrasados, ainda referentes ao mês de setembro, tendo muitos desses tido a sua remuneração parcelada, em um claro desrespeito da gestão municipal com a educação pública de sua cidade. O Sindicato dos Servidores da Educação Pública Municipal de São Sebastião do Paraíso – SindEduc está atento a situação e já mobiliza os/as trabalhadores/as do município a fim de cobrar da Prefeitura o pagamento devido aos servidores.

A Prefeitura do município, em que pese ter aumentado a sua arrecadação em mais de 4,5 milhões de reais no mês de outubro, segundo dados obtidos pelo Sindicato através do portal eletrônico do Banco do Brasil, não responde à altura da gravidade da situação. Primeiro, de forma absolutamente acintosa, questionou a representatividade do sindicato dos servidores da educação, indicando em sua nota divulgada que reconhece outra entidade que não o SindEduc. Depois disso, afirma que a falta de pagamento ou seu parcelamento se deu em decorrência do atraso no repasse dos recursos do FUNDEB.

É estarrecedor a falta de responsabilidade ética e social da gestão municipal com os seus trabalhadores em educação do município que, em função desse atraso, passam a viver em situação de penúria absoluta, tendo que depender de parentes e vizinhos para conseguirem alimentar-se a si e a suas famílias. Se não bastassem os argumentos mais esdrúxulos para justificar esses atrasos e parcelamentos de salários, a Prefeitura Municipal ainda alocou os recursos do FUNDEB, que podem e devem ser gastos prioritariamente na remuneração de seus servidores da educação, na aquisição de carros, compra de mobiliários e outros tantos gastos desnecessários e, diante da atual situação de atraso e parcelamento de salários, supérfluos.

Denunciaremos esse descaso nacionalmente e colocamo-nos solidários aos/às trabalhadores/as em educação do município, ao tempo em que exigimos da gestão municipal a solução desse grave problema. Disponibilizamos à categoria todo o nosso suporte para o enfrentamento que se colocar necessário para dar solução a essa questão. Não é possível a perpetuação de tamanho desrespeito imposto aos/às educadores desse município, praticado por uma gestão pública que não sabe dar valor a quem oferece apenas o futuro às crianças e jovens de sua cidade.

Brasília, 07 de novembro de 2018

Direção Executiva da CNTE

 

 
 
  12/04/2019
Boletim CNTE 832
Início dos encontros dos coletivos da CNTE
INFORMATIVO CNTE 832  
 
 
Heleno Araújo participa de palestra sobre a reforma da Previdência em Pernambuco
 
 

Programa 611 - Lançamento da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública

 
 

Novo ministro da Educação, Abrahan Weintraub, indica o aprofundamento das políticas de mercantilização e privatização da educação no país

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
No dia 4 de abril, a Escola Estadual Frederico de Barros Brotero, em Guarulhos, foi invadida por policiais armados e visivelmente despreparados, ameaçando atirar com espingarda de balas de borracha à queima-roupa, durante protesto dos...
Com os objetivos de mobilizar os/as trabalhadores/as em educação e debater o impacto da reforma na categoria, o SINDIUPES realizará no dia 23 de abril (terça-feira), em Vitória, o Seminário sobre a Reforma da...
Foto: Filipe Jordão / JC Imagem A atenção do Congresso Nacional e do governo federal está voltada para a reforma da Previdência. Mas outro tema, que envolve o futuro de 40 milhões de crianças e...
O Sindeducação tem recebido, ao longo das últimas semanas, diversas denúncias de professores que acusam as direções de escola, de exigir que os educadores trabalhem 15 minutos além da sua jornada, como...
O Sintero anuncia programação das Regionais para a 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Escola Pública, organizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação...
Preocupado com a saúde dos profissionais da educação, o Sinteal esteve na secretaria municipal de saúde de Maceió, no dia 11 de abril, para falar sobre a campanha de vacinação contra o vírus...
Os professores da rede municipal de Educação de Riachinho estão em greve por tempo indeterminado desde o dia 8 de abril. A decisão foi tomada pela categoria em assembleia geral, no dia 28 de março. O movimento...
O dia 15 de abril de 2019 marcou o início da greve da Educação no Estado do Amazonas. Os/as trabalhadores/as em educação do Estado, representados pelo SINTEAM, deflagraram o movimento grevista da categoria com uma...
O Sintero recebeu respostas de diversas reivindicações dos trabalhadores em educação, através do ofício nº4533/2019, expedido pela Secretaria de Educação do Estado de Rondônia (Seduc),...
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos/as profissionais da educação básica do setor público brasileiro, repudia a atitude da...
Presidente da CNTE, Heleno Araújo, contribui com o ensaio “A Educação Cidadão ao golpe de 2016”, no livro A Constituição Traída que terá lançamento nacional em Recife -...
O Movimento Unificado dos Servidores Públicos de Maceió obteve importante vitória na última sexta-feira (12), após a inédita reunião com a presença do prefeito da capital, Rui Palmeira, e que...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.