Moção de apoio à paralisação nacional dos docentes da Colômbia: pela vida e segurança dos/as professores/as

Publicado em Quinta, 19 Julho 2018 15:18

banners mocao de apoio 2

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE vem a público manifestar o seu mais irrestrito apoio à paralisação nacional do próximo dia 25 de julho, convocada pela Junta Nacional da Federação Colombiana de Trabalhadores da Educação – FECODE. A paralisação nacional do magistério colombiano de 24 horas tomará o país, em todas as suas principais capitais, de marchas à favor da paz, contra a violência perpetrada contra docentes e ameaças às comunidades escolares de várias regiões. Será um dia de manifestação pela vida dos professores e professoras deste país irmão, e também pelo cumprimento dos acordos firmados com o Governo ainda no ano passado e nunca respeitados.

Ainda no começo deste mês de julho, a CNTE também veio a público se manifestar contra a onda de assassinatos de docentes colombianos/as, muitos dirigentes sindicais, que estavam a ocorrer e a estarrecer o mundo e o próprio país. Naquele momento, denunciamos o brutal assassinato de 4 professores/as em diferentes regiões do país, além de atentados a tiros, vindo do próprio Exército Nacional, contra um ônibus que transportava 6 professores e professoras. Desde então, já são 7 assassinatos de educadores/as ou dirigentes sindicais da educação, excluindo outros tantos lutadores sociais de diversos setores da sociedade colombiana. É alarmante o nível de violência a que o país está submetido, não poupando sequer aqueles que fomentam o futuro dos seus jovens e crianças.

Se no começo deste mês de julho de 2018 a CNTE/Brasil manifestou o repúdio à essa crescente onda de violência, os/as educadores/as brasileiros/as manifestam, agora, o seu apoio à grande paralisação nacional de todo o magistério do país. A solução para esse quadro alarmante de violência vivenciada pelos/as colombianos/as não pode ser o medo. É fundamental que toda a comunidade educacional do país se mobilize para repudiar a onda de assassinatos e para exigir paz e segurança. Pela vida das professoras e professores colombianos/as!

A reversão desse quadro de violência só virá com o advento da justiça social, que passa pelo cumprimento dos acordos firmados entre a FECODE e o Governo, descumpridos desde o ano passado, perpetuando um quadro de precariedade absoluta na educação pública do país. É urgente a melhora das condições da educação pública colombiana! É evidente que a falta deliberada de investimentos públicos no setor da educação se presta a fomentar o seu processo de privatização, o que não é um caso isolado: toda a região, inclusive o Brasil, já conhece essa receita aplicada pelos governos neoliberais. E esse quadro de falta de investimentos cria as enormes deficiências na infraestrutura e no transporte escolar do setor da educação colombiana, por exemplo.

Por isso tudo, os/as educadores/as brasileiros/as se solidarizam com a Paralisação Nacional do Magistério do próximo dia 25 de julho. Pela vida dos/as professores/as e pelo cumprimento dos acordos. Só a educação pública de boa qualidade eleva a vida de um povo e de um país. Que as ruas colombianas sejam tomadas por educadores nesse próximo dia 25 de julho!

Brasília, 19 de julho de 2018

Diretoria Executiva da CNTE

 
 
  12/04/2019
Boletim CNTE 832
Início dos encontros dos coletivos da CNTE
INFORMATIVO CNTE 832  
 
 
Heleno Araújo participa de palestra sobre a reforma da Previdência em Pernambuco
 
 

Programa 611 - Lançamento da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública

 
 

Novo ministro da Educação, Abrahan Weintraub, indica o aprofundamento das políticas de mercantilização e privatização da educação no país

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
O Diário Oficial da União publicou a Portaria nº3.506, no dia 18 de abril de 2019, com nova lista de servidores beneficiados pela transposição. Esse é o resultado da luta do Sintero e do compromisso do...
Nem mesmo a chuva torrencial que caiu na tarde de quarta-feira (24/4), em Cuiabá, inviabilizou a manifestação dos profissionais da educação pela Defesa e Promoção da Educação...
Para debater a realidade da escola pública, que é tema central do 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que se realizará até a próxima sexta-feira (26),...
O Sindicato APEOC tem movimentado Fortaleza e o interior do Ceará na 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública. A Jornada de Lutas está a todo vapor. Para o presidente Anizio...
Com o lema: ‘REAJA TRABALHADOR, QUEREM ROUBAR SUA APOSENTADORIA!’ os trabalhadores da educação da rede municipal de Lauro de Freitas (região Metropolitana de Salvador), estão nas ruas na manhã desta...
Os trabalhadores em educação da rede municipal de Aparecida do Rio Negro decretaram “Estado de Greve”, em assembleia realizada na terça-feira (23). O Estado de Greve da categoria é um alerta para a Gestão...
Os educadores da Rede Municipal de Ensino de Guaraí decretaram greve por tempo indeterminado, a partir do dia 2 de maio. A decisão da categoria, defendida pelo Sindicato do Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet),...
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública do Piauí (SINTE-PI) realizou, nesta manhã, o lançamento da 20º SEMANA NACIONAL EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA. Durante...
“Eu acredito e vou à luta”. É com este tema que o Sinteal (com os núcleos regionais e municipais), ao lado da CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, está...
Nesta semana, o Sindipema realiza diversas atividades em alusão a 20ª Semana Nacional em Defesa da Educação.Palestra, roda de conversa e atos fazem parte da programação. Seguimos na luta, em especial pelo...
A 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública tem como objetivo denunciar à população os descasos do Poder Público em diversas áreas da educação....
No dia 4 de abril, a Escola Estadual Frederico de Barros Brotero, em Guarulhos, foi invadida por policiais armados e visivelmente despreparados, ameaçando atirar com espingarda de balas de borracha à queima-roupa, durante protesto dos...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.