Qualidade da educação piora em 294 redes municipais do país

Publicado em Terça, 18 Agosto 2015 14:17

Segundo matéria publicada no último dia 13, no jornal O Estado de S. Paulo, a qualidade da educação piorou em 294 redes municipais de ensino desde 2009. Um levantamento da consultoria Meritt Educacional feito a pedido do jornal Estado, mostra queda do desempenho dos alunos em duas edições consecutivas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Ainda segundo a publicação, o Estado de São Paulo, com 654 municípios, lidera a lista com 44 quedas duplas. Já o pior desempenho, foi constatado em Pirambu, no Sergipe. Apesar dos recuos, não há ainda mecanismos de acompanhamento das redes nem formas de intervenção ou punição dos gestores da área.

Vale lembrar que, todos os anos, as páginas dos jornais são invadidas por notícias que mostram as fraudes e a corrupção que permeiam as licitações de materiais escolares no Brasil. São casos e mais casos de governos e prefeituras que se utilizam dos recursos da educação para fins pessoais e ilícitos.

Para o presidente da ABFIAE (Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares), Rubens Passos, a melhor alternativa para suprir os alunos é o Cartão Material Escolar, que permite às famílias comprar diretamente nas papelarias de acordo com suas necessidades e em tempo hábil para o início das aulas. Além disso, evita possíveis fraudes nas licitações, cancelamentos e atrasos.

“Além do aumento da autoestima e rendimento escolar do aluno, que passa a escolher seu próprio material, o cartão facilita o acesso das famílias a produtos de boa qualidade e descentraliza a renda ao estimular a geração e manutenção de empregos no comércio (micro e pequenas empresas/ papelarias). Outro enorme ganho desse modelo é a economia dos governos com a eliminação de licitações mal- executadas ou fraudulentas que ocorrem todos os anos pelo Brasil afora. A ABFIAE defende que todos os estados e municípios adotem o cartão”, explica Passos.

Atualmente, mais de 20 cidades o Distrito Federal e o estado do Maranhão já utilizam o Cartão Material Escolar - mecanismo moderno de gestão de recursos públicos e exemplo de atendimento ao cidadão.

(Agência Investimentos e Notícias, 18/08/2015)

 
 
 
 
CNE debate os preparativos para a greve geral (17/02/2017)
 
 

Programa 581: CNE espera agregar ainda mais entidades para a greve geral

 
 

FMLN condena golpe de estado contra presidenta Dilma Rousseff no Brasil

 
  10/02/2017
Boletim CNTE 780
As antirreformas de Temer e seus resultados desastrosos
INFORMATIVO CNTE 780  
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
O tão esperado e prolongado feriado de Carnaval contará com samba-enredo a favor da educação e da sua categoria, que preza acima de tudo pela qualidade do ensino da rede estadual e dos seus protagonistas. Afinal, Carnaval...
No dia 16 de Janeiro de 2017, o Governador do Estado da Paraíba, Ricardo Coutinho, recebeu os representantes do SINTEP-PB para uma audiência no intuito de discutir as reivindicações da categoria, assim como o reajuste salarial...
Aconteceu ontem (22/02), pela manhã, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, por onde circula um grande número de pessoas, a distribuição de materiais produzidos pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em...
Na reunião do último Conselho Nacional de Entidades (CNE) da CNTE, que aconteceu nos dias 16 e 17 de fereveiro, em Brasília, foram aprovadas as quatro moções a seguir: - Moção de apoio aos...
Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (21), em frente à prefeitura, em Porto Velho, os trabalhadores em educação municipais decidiram suspender por 15 dias a greve iniciada ontem, dia 20/02. Após...
Para repudiar e marcar posição contra a decisão monocrática e antidemocrática da presidência do Conselho Estadual de Educação (CEE/AL) no caso da “lista tríplice”, o Sinteal,...
Nesta terça-feira (21), estiveram reunidos no Pleno do Fórum Nacional de Educação (FNE) autoridades políticas, representantes de organizações da educação, de vários segmentos sociais...
Após diversas solicitações de audiência pela entidade, o segundo encontro da APLB Feira com o Governo Municipal, que seria realizado hoje às 17h no Ceaf, foi adiado pelo município no fim da manhã, para o...
Em luta contra a aprovação da reforma da Previdência do governo golpista de Michel Temer que vai trazer grandes prejuízos à classe trabalhadora, o Sinteal realizou, na manhã desta terça-feira (21), um...
Muitas escolas do país não iniciarão o período letivo como o previsto no calendário escolar. Questões que vão dos salários na Educação ao Novo Ensino Médio, passando pela...
Em audiência com o presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE), Clóvis Barbosa, na quarta-feira (15), o vice-presidente do Sintese, professor Roberto Silva, apresentou estudo realizado pelo sindicato que mostra o...
Os trabalhadores em educação, reunidos em assembleia geral nesta segunda-feira (20), no Clube do SINTE-PI, decidiram por maioria suspender o movimento grevista, mas permanecer em estado de greve e fortalecer a mobilização da...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - CNTE na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.