Rádio
 
TV CNTE
 
Portuguese English French Spanish
 
 
     
 
       
   
 
     
 
 
 
     
 

DF: SEDF prepara novo Currículo da Educação Básica

Publicado em Segunda, 22 Novembro 2010 14:54
O novo Currículo da Educação Básica da Rede Pública de Ensino do Distrito Federal será lançado em dezembro deste ano. A Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, por meio da Subsecretaria da Educação Básica, instituiu cinco comissões para rever o currículo, construído em 2008, principalmente, em relação à legislação vigente, e apresentar, antes do final deste ano, uma versão experimental para ser desenvolvida no próximo ano letivo. Ainda em dezembro, os professores terão contato com o documento por meio de mídia digital e, em seguida, antes do início das aulas de 2011, será enviado para cada instituição educacional o currículo impresso.

O trabalho foi realizado em 2008, com a formação de Comissões de Elaboração do Currículo, com professores representantes de cada componente curricular das 14 DREs – Diretorias Regionais de Ensino. Essas discussões geraram as Orientações Curriculares utilizadas pela rede de ensino nos últimos dois anos e onde já estava sinalizada uma nova edição para este ano.

“O currículo define todas as ações pedagógicas que devem ser desenvolvidas nas instituições educacionais pelo professor regente para garantir que o aluno possa dar prosseguimento aos estudos no ano seguinte. Ele garante ainda a uniformidade dos conteúdos oferecidos na rede”, explicou Ana Carmina Pinto Dantas Santana, Subsecretária da Educação Básica.  “Estamos chamando de experimental para que os professores discutam essa versão nos anos letivos subsequentes com vistas ao seu aprimoramento e formalização de uma versão “definitiva”.”

As comissões que estão revendo esse novo currículo são formadas por professores da rede, que focados nos componentes curriculares, nos eixos norteadores e nos princípios da Educação Básica, definirão os conteúdos para cada ano/série da Educação Infantil, do Ensino Fundamental (séries iniciais e finais) e do Ensino Médio. “O currículo não substitui a Proposta Pedagógica da Instituição Educacional, nem o plano de trabalho do professor. Cada Instituição Educacional, cada professor determinará que estratégia e que metodologia utilizará para atingir os objetivos indicados”, ressalta Ana Carmina.

Fonte: Secretaria de Educação-DF, 19/11/2010
 
 
Após um ano, prazos do PNE não são cumpridos (06/07/2015)
 
 

Programa 488: CNTE debate Projeto que diminui a participação da Petrobras na exploração do pré-sal

 
  03/07/2015
Boletim CNTE 726
Mais escolas e menos encarceramento para a juventude
INFORMATIVO CNTE 726  
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
A CNTE participa de audiência pública nesta quarta-feira (8/7) na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal, sobre o primeiro ano do Plano Nacional de Educação (PNE). O presidente da...
A Federação Única dos Petroleiros (FUP) promoveu hoje (7) manifestações nos principais aeroportos do país contra o Projeto de Lei 131/2015, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), que propõe...
Presentes na Sessão Temática do Senado sobre o Projeto 131/2015, ocorrida no dia 30, representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) manifestaram repúdio à proposta que...
Presentes na Sessão Temática do Senado sobre o Projeto 131/2015, ocorrida no dia 30, representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) manifestaram repúdio à proposta que...
Indignados! É assim que os trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede municipal de Ribeirão das Neves e os demais servidores estão se sentido nesta terça-feira (07/07), após perceberam que o...
Na manhã desta terça-feira (07/07), no Aeroporto de Brasília, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) participou de manifestação contra o Projeto 131/2015, do Senador...
Após uma reunião realizada quinta-feira (02/07) entre o prefeito de Alto Paraíso, diretores do Sintero, vereadores,e representantes da base, os trabalhadores em educação daquele município e a Prefeitura...
O governo do Paraná recebeu prazo de 90 dias para “corrigir” os valores dos salários dos professores divulgados em seu site oficial. A ordem é do juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4.ª Vara da Fazenda...
Nesta terça-feira (7/7), a CNTE participa de seminário na Câmara dos Deputados, em Brasília, sobre a reformulação do Ensino Médio. A secretária executiva da confederação, Lirani Maria...
Em greve desde o dia 17 de junho, os trabalhadores da Educação do Acre fizeram um ato em frente ao Palácio Rio Branco, no Centro da capital, em protesto contra a proposta apresentada pelo governo durante reunião realizada na...
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) inflou dados sobre salários dos professores da rede estadual paulista em meio à maior greve da categoria, que durou 89 dias e atingiu parcialmente a rede até o mês passado. O tucano dizia...
Nas mesas de negociações o primeiro ponto de pauta é relativo ao novo plano de carreira, onde está sendo discutida a estrutura da nova tabela salarial. Ainda durante a greve de 2015, o Estado rejeitou a tabela apresentada...
Leia mais 
         
  Revista Mátria Programa de Formação Retratos da Escola Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2014/2017 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - CNTE na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira       - Clipping  
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.