Rádio
 
TV CNTE
 
Portuguese English French Spanish
 
 
     
 
       
   
 
     
 
 
 
     
 

DF: SEDF prepara novo Currículo da Educação Básica

Publicado em Segunda, 22 Novembro 2010 14:54
O novo Currículo da Educação Básica da Rede Pública de Ensino do Distrito Federal será lançado em dezembro deste ano. A Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, por meio da Subsecretaria da Educação Básica, instituiu cinco comissões para rever o currículo, construído em 2008, principalmente, em relação à legislação vigente, e apresentar, antes do final deste ano, uma versão experimental para ser desenvolvida no próximo ano letivo. Ainda em dezembro, os professores terão contato com o documento por meio de mídia digital e, em seguida, antes do início das aulas de 2011, será enviado para cada instituição educacional o currículo impresso.

O trabalho foi realizado em 2008, com a formação de Comissões de Elaboração do Currículo, com professores representantes de cada componente curricular das 14 DREs – Diretorias Regionais de Ensino. Essas discussões geraram as Orientações Curriculares utilizadas pela rede de ensino nos últimos dois anos e onde já estava sinalizada uma nova edição para este ano.

“O currículo define todas as ações pedagógicas que devem ser desenvolvidas nas instituições educacionais pelo professor regente para garantir que o aluno possa dar prosseguimento aos estudos no ano seguinte. Ele garante ainda a uniformidade dos conteúdos oferecidos na rede”, explicou Ana Carmina Pinto Dantas Santana, Subsecretária da Educação Básica.  “Estamos chamando de experimental para que os professores discutam essa versão nos anos letivos subsequentes com vistas ao seu aprimoramento e formalização de uma versão “definitiva”.”

As comissões que estão revendo esse novo currículo são formadas por professores da rede, que focados nos componentes curriculares, nos eixos norteadores e nos princípios da Educação Básica, definirão os conteúdos para cada ano/série da Educação Infantil, do Ensino Fundamental (séries iniciais e finais) e do Ensino Médio. “O currículo não substitui a Proposta Pedagógica da Instituição Educacional, nem o plano de trabalho do professor. Cada Instituição Educacional, cada professor determinará que estratégia e que metodologia utilizará para atingir os objetivos indicados”, ressalta Ana Carmina.

Fonte: Secretaria de Educação-DF, 19/11/2010
 
 
CNTE participa de ato em defesa da Petrobras (15/07/2015)
 
 

Programa 489: CNTE é contra avaliação que cria ranking entre escolas

 
  17/07/2015
Boletim CNTE 728
O que queremos para a nossa juventude?
INFORMATIVO CNTE 728  
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Entenda a greve dos servidores das Superintendências Regionais de Ensino (SREs) e do Órgão CentralA pauta de reivindicações com demandas dos Servidores das Superintendências Regionais de Ensino e do...
A Secretaria de Aposentados da Diretoria Executiva do Sintero promoveu visitas às regionais Cone Sul, Rio Machado, Apidiá, Guaporé e Estanho com objetivo de organizar encontros regionais, onde serão indicados representantes...
A Lei n. 18.964 que reajusta o Piso Salarial do magistério da Rede Estadual de Ensino foi sancionada no dia 22 de julho de 2015. Essa Lei visa o pagamento do reajuste de 13,01%, conforme índice do MEC para 2015. O reajuste será pago...
"Sabíamos que não conseguiríamos nada se não fosse com luta." Essa é a definição usada pela coordenadora Regional do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), Maria...
O vencimento dos profissionais da Educação da Rede Pública Estadual de Ensino do Tocantins é a menor comparada aos salários de outros profissionais servidores com formação equivalente. As desigualdades...
A FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato grosso do Sul) reitera apoio a ACP( Associação Campo-grandense dos profissionais da educação básica). Na manhã desta...
O governo do estado, por meio da Coordenação de Negociação e Relações Funcionais (Coner), apresentou a nova proposta do plano de carreira do magistério público estadual ao Sindicato dos...
Para garantir a igualdade de acesso e a permanência dos estudantes na escola com um padrão mínimo de qualidade de ensino, conforme prevê a Constituição, seria necessário que a União aplicasse hoje nos...
O movimento sindical mundial, principalmente o brasileiro, tem muito a agradecer a grande contribuição desse lutador de todas as horas de sua vida. A CNTE tem orgulho de ter sido partícipe da existência desse companheiro,...
A Venezuela é palco de um importante encontro internacional que está debatendo a luta de trabalhadores(as) na América Latina. O evento, que acontece na cidade de PuntoFijo , iniciou nesta quarta-feira (22) e vai até o...
Aos poucos, com exemplos bem-sucedidos em todas as regiões do Brasil, fica provado que a participação da família no cotidiano escolar faz a diferença. Além de aumentar a motivação dos filhos para os...
Na última quarta-feira (22/07), na sede do Sindicato APEOC o conjunto dos movimentos sociais e sindicais, lançaram a Frente Ampla em defesa do Pré-Sal. A unidade em defesa do pré-sal, da Petrobras do Brasil e pela...
Leia mais 
         
  Revista Mátria Programa de Formação Retratos da Escola Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2014/2017 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - CNTE na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira       - Clipping  
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003
Fax: +55 (61) 3225-2685

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.