Piso Nacional: Prefeitura de Ji-Paraná concede reajuste aos professores

Publicado em Quarta, 28 Fevereiro 2018 10:05

banners cnte na midia 2

Representantes do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindsem) e da Prefeitura de Ji-Paraná voltaram à mesa de negociações na manhã desta segunda-feira, 26, para definir o reajuste do salário dos professores, supervisores e orientadores da Rede Municipal de Ensino. As negociações resultaram na confirmação do prefeito Jesualdo Pires de um reajuste, novamente, acompanhando o índice de reajuste do piso nacional dos professores do magistério estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC), que este ano é de 6,81%.

Outro ponto definido na reunião no Gabinete do Prefeito foi que os resíduos de janeiro e fevereiro serão pagos em quatro parcelas iguais. Na prática, o reajuste acordado entre Sindicato e Executivo vai elevar o salário do professor Nível I, 40 horas, por exemplo, de R$ 2.298,80 para R$ 2.455,35. Considerando a inflação de 2,95% para 2017, de acordo com o Índice Nacional dos Preços ao Consumidor (IPCA), o ganho real, aquele que fica acima da inflação, no salário para os professores é de 3,86%. Como desde o ano passado Ji-Paraná vem reajustando o salário dos professores e especialistas em educação de acordo com o piso nacional, a classe terá um índice real de aumento salarial de 5,2% no biênio 2017/2018.

"O que devemos destacar aqui é que até 2016 mais da metade dos municípios brasileiros não pagava sequer o piso salarial aos professores, segundo levantamento feito pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação). Aqui em Ji-Paraná estamos conseguindo negociar com o prefeito esse índice", disse o presidente do Sindsem, Valcir de Souza.

"Mesmo em momentos de crise no País, a determinação do Prefeito em acompanhar o reajuste do piso nacional demonstra a valorização que é dada ao profissional da educação em nosso Município", frisou o secretário de Administração, Nilton Motta.

A secretaria de Educação, Márcia Regina de Souza concorda com Motta quanto à valorização do profissional da educação em Ji-Paraná pelo prefeito Jesualdo Pires e completou dizendo que "com a aplicação do piso nacional vamos atingindo as metas do nosso Plano Municipal de Educação, pois professor valorizado resulta em um profissional melhor para nossos estudantes". Ela destacou também a atuação do Sindsem nas negociações junto ao Prefeito classificando como "um avanço muito grande do papel do Sindicato nesse processo, que consegue, através do diálogo, favorecer toda a classe".

O prefeito Jesualdo ressaltou que desde o inicio de sua gestão vem mantendo um canal aberto de discussão com o Sindicato. "Formamos uma comissão com técnicos do Sindsem e da prefeitura que estão acompanhando todas as analises financeiras e os níveis de impacto em folha que esses reajustes ocasionam. É uma forma de ser transparente com os servidores e de manter o equilíbrio das contas públicas", reforçou Jesualdo.

Participaram também da reunião, além do presidente do Sindsem, do prefeito e dos secretários de Administração e Educação, o secretário executivo do Sindicato, Luiz Albuquerque, o secretário de Governo, Jair Marinho, Secretário de Fazenda Luiz Fernandes, e o chefe de Gabinete, José Antônio.

(PORTAL JIPA, 28/02/2018)

 
 
  10/12/2018
Boletim CNTE 824
É urgente que as entidades educacionais se manifestem contra a aprovação sorrateira da nova BNCC do Ensino Médio
INFORMATIVO CNTE 824  
 
 
Videoconferência Reforma Tributária Solidária (06/08/2018)
 
 

Programa 606 - Vitória: projeto "Escola Sem Partido" é arquivado

 
 

Carta aberta aos(às) trabalhadores(as) em educação e à sociedade sobre os retrocessos na agenda social do país

 
  Acesse a agenda de mobilizações da CNTE
 
  Acesse nossa galeria de fotos
 
  Disponível na Google Play e App Store
 

 VEJA MAIS NOTÍCIAS
Decisão foi votada em assembleia nesta quarta, 16, em protesto pelo cumprimento das reivindicações dos profissionais da Educação Os trabalhadores em educação da rede municipal de Guaraí decidiram...
Com o tema “Uma construção coletiva: a resistência do magistério público à BNCC e padronização curricular” o SINTESE realiza dia 01 de fevereiro, das 8h às 16h, no auditório...
Desde o dia 1º de janeiro, o piso salarial do Magistério válido para todos os docentes do país é de R$ 2.557,74. Isso representa um reajuste de 4,17% frente aos R$ 2.455,00 em 2018. O valor corresponde ao vencimento...
Em seus primeiros dias do novo mandato, o novo governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), publicou um decreto para bloqueio de R$ 8 bilhões das contas públicas do Estado. Isso significa que o governo poderá deixar de gastar...
Além de toda a luta coletiva que a rede estadual tem feito, o Sind-UTE/MG tem travado uma luta para que o Judiciário cumpra seu papel na garantia de direitos para os servidores e servidoras da educação. Até o mês...
O ano letivo na rede estadual de ensino de São Paulo se iniciará sob a égide de um novo governo, com problemas acumulados ao longo de anos e uma nova situação que poderá agravar ainda mais a falta de professores...
Como parte da Campanha Mundial contra a Privatização e o Comércio da Educação, a CNTE convida sindicatos filitados a participarem da apresentação do estudo sobre este tema realizado pela Internacional da...
O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), ao repercutir a escala de pagamento anunciada pelo governo do Estado, nesta terça-feira (8/1/19) faz as seguintes considerações: O...
Nesta sexta-feira, 11 de janeiro, acontece a primeira Assembleia Geral da Educação de 2019. O encontro será realizado às 15h, na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da...
Desde que algumas redes começaram a anunciar o adiamento do início do ano letivo de 2019, e que essa possibilidade foi aventada no município de Betim, diante da publicação do Decreto de Estado de Emergência...
Na tarde desta segunda-feira (07/01/19), a direção estadual do Sind-UTE/MG solicitou ao Governador Romeu Zema que abra processo de negociação com a entidade. A solicitação foi feita com urgência,...
Após convocação feita pelo Núcleo Regional do Sinteal de Palmeira dos Índios, trabalhadoras/es em educação da rede pública municipal de Maribondo participaram, na manhã desta 2ª feira...
Leia mais 
  Revista Mátria Programa de Formação Funcionários da educação Cadernos de Educação Pesquisas  
   
  Outras publicações 
 
   
   
  Mais eventos 
         
Outras campanhas 
         
         
         
         
 
 
             
INSTITUCIONAL LUTAS TABELA SALARIAL DOCUMENTOS LEGISLAÇÕES COMUNICAÇÃO FALE CONOSCO
             
- A CNTE - A Lei do Piso   - Caderno de Resoluções - Educacional - Notícias  
- Diretoria 2017/2021 - Cartilha do Piso   - Estatuto - Pesquisar - Giro pelos Estados  
- Entidades Filiadas - Propostas Diretrizes   - Moções   - CNTE Notícias  
- Secretarias de Carreira   - Notas Públicas   - Educação na Mídia  
  - Livreto Diretrizes       - Releases  
  e Carreira          
  - A Lei do PNE          
  - Cartilha do PNE    

CNTE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação

Endereço: SDS, Edifício Venâncio III, Salas 101/106
CEP: 70393-902 - Brasília-DF
E-mail: cnte@cnte.org.br

Telefone: +55 (61) 3225-1003

  - Royalties do Petróleo    
       
       
       
       
       
       
       
       
       
2014© Todos os direitos reservados.