07 22 giro sinted MS

O SINTED solicitou, por meio de ofício, ao prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro, ao prefeito de Selvíria, José Barbosa dos Santos e SED/MS (Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul), uma atenção especial aos trabalhadores administrativos, gestores e coordenação pedagógica, que em razão da natureza de seus respectivos cargos, e da necessidade de se manter a regularidade dos serviços, encontram-se em efetivo exercício das funções no âmbito das unidades da rede municipal e estadual de ensino.

Foi solicitado entrega de kits alimentares para as famílias dos educandos, segurança sanitária (desinfecção) nas unidades de ensino e secretarias municipal e estadual de Educação, bem como a testagem em massa para servidores que tenham tido contato direto com pessoas que contraíram o vírus e o imediato afastamento das funções.

O SINTED ainda reafirma a preocupação com a necessidade de manter a suspensão das aulas presenciais, prorrogando o retorno das aulas nas Redes, tendo em vista o crescente número de casos confirmados da Covid-19 no município de Três Lagoas, conforme dados divulgados pela própria Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o alerta emitido pelo Ministério Público Estadual (MPE) na última sexta-feira (10).

“Nossa defesa é de que o reinício das aulas presenciais seja somente após a melhora significativa dos índices oficiais. Por isso, estamos pedindo a formatação de protocolos, deliberação de diretrizes educacionais pós-pandemia e documento orientativo que contemple a segurança e a proteção dos profissionais da educação e comunidade escolar”, explica a presidente do SINTED, professora Maria Diogo.

ASCOM SINTED/MS