2020 11 23 giro sintepMT

O Sintep-MT (Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso), vem a público manifestar seu apoio e solidariedade aos companheiros e companheiras do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP Sindicato), que fazem neste momento, um importante enfrentamento às ações do governo paranaense, sob comando de Ratinho Júnior, que lançou recentemente um edital prevendo contratação de quatro mil professores temporários para 2021, com processo de seleção exigindo prova presencial (em plena pandemia) e com cobrança de taxa de inscrição – modalidade que não é utilizada nesse tipo de contratação já há 15 anos no Estado.

Destacamos ainda, nossa perplexidade ao saber que tal formato de processo de seleção custará aos cofres públicos, o montante de 4 milhões de reais, e que o edital em questão foi lançado sem licitação.

O Sintep Mato Grosso reforça que a luta dos trabalhadores da educação é a mesma no coração de cada um de nós, independentemente da unidade federativa em que essa luta seja travada.

Apoiamos toda e qualquer manifestação de resistência em prol dos direitos da população por Educação Pública, Gratuita, Laica e de Qualidade, por isso, reiteramos nossa solidariedade aos educadores e educadoras que desde a tarde do dia 18 de novembro, ocupam a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná com 73 participantes, como uma medida drástica de enfrentamento às perversidades do governador.

A luta dos educadores do Paraná se insere também no contexto da resistência ao programa de militarização das escolas e a sinalização do governo para o fechamento de turmas.

É de se lamentar a atuação do governador, que ao invés de abrir diálogo com a categoria, impõe um interdito sobre a mesma, na tentativa de intimidar o movimento.

Pela resistência e a coragem de fazerem a luta pela manutenção da Escola Pública, Laica e Gratuita, reiteramos nosso integral apoio à causa. Que vossa disposição para este enfrentamento possa servir de exemplo para outras batalhas que terão de ser travadas no âmbito de outros estados e municípios para a defesa dos direitos da maioria da população.

Sendo assim, exigimos que o governador Ratinho Junior abra diálogo com os representantes da categoria, com base no respeito aos Princípios da Administração Pública e dos Valores Republicanos que tem como premissa a soberania da população ao acesso a direitos básicos, dentre eles o da Educação Pública, Laica e Gratuita de qualidade.

Cuiabá, 19 de novembro de 2020.
Direção do Sintep/MT.

(Sintep/MT, 23/11/2020)