ABANDONO

 

2022 09 02 site tania rego agencia brasil
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O governo federal propôs para 2023 um corte de R$ 1,096 bilhão no programa "Educação básica de qualidade" em comparação com o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) deste ano. Os dados estão no texto enviado pelo Executivo ao Congresso Nacional nesta quarta-feira (dia 31). Enquanto a proposta para orçamento do Ministério da Educação (MEC) para 2022 previa R$ 10,849 bilhões para o programa, a proposta para o próximo ano indicou R$ 9,753 bilhões para ele.

Essa etapa da escolarização foi classificada como prioridade pelo presidente Jair Bolsonaro em seu plano de governo caso seja reeleito, mas recebeu o maior corte entre os programas do Ministério da Educação (MEC). A notícia foi publicada no portal EXTRA nesta quinta-feira (1).

>> Leia a matéria na íntegra 

>> VEJA TAMBÉM: Descaso do governo faz o orçamento da educação diminuir mais de quatro vezes em três anos, aponta estudo