banners mocao de apoio 2

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais do setor público da educação básica brasileira, torna público o seu mais irrestrito APOIO aos/às trabalhadores/as em educação do município do Jaboatão dos Guararapes, no Estado de Pernambuco, em greve desde o último dia 21 de maio.

Os/as trabalhadores/as em educação do município, representados/as pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Jaboatão dos Guararapes – SINPROJA, reivindicam um reajuste de 10,46% na carreira, retroativa a janeiro deste ano e também extensivo às gratificações da categoria. Foi entregue à gestão municipal, ainda no mês de março deste ano, a pauta de reivindicações da categoria e, desde então, a Prefeitura da cidade não de dignificou em apresentar alguma proposta aos/às seus/uas trabalhadores/as em educação.

As mobilizações da categoria na cidade crescem junto com as crescentes adesões ao movimento grevista, mas o prefeito lança mão da intransigência, apostando que o grande número de contratos temporários nas escolas pode manter a aparência de normalidade junto à população. No entanto, todos na cidade já percebem que o atual prefeito não prioriza a educação e trata com descaso as crianças e jovens de seu município. E esse ganho da opinião pública junto aos moradores do Jaboatão se dá muito em função dos atos públicos promovidos pelo SINPROJA e de todos/as os/as educadores/as da cidade.

Mal sabe o prefeito que apostar nos trabalhadores vítimas dos muitos contratos temporários existentes nas escolas não é um bom caminho. A população percebe nitidamente que a educação de seus filhos e filhas não pode prescindir da qualificação de seus/uas trabalhadores/as em educação. E essa qualidade caminha junto com a valorização profissional por meio do pagamento de salários à altura de sua dignificante atividade.

Em assembleia realizada no dia de ontem no Clube dos Ferroviários, a categoria voltou a rechaçar essa estratégia da gestão municipal e, na decisão de manter a greve, denuncia o descaso do prefeito com a educação pública de seus cidadãos/ãs.

Os/as educadores/as de todo o Brasil manifestam seu mais irrestrito apoio ao bom combate travado pelos professores, professoras e o grupo de apoio ao magistério! A vitória só vem com a união de todos e todas e servirá, não temos dúvida, a toda sociedade jaboatonense!

Brasília, 30 de maio de 2018

Diretoria Executiva da CNTE