METAS

 

2019 09 04 heleno apeoesp
Na terça-feira (3), o presidente da CNTE, Heleno Araújo, participou do seminário "Plano Estadual de Educação: Monitoramento e Avaliação", promovido pelo Fórum Estadual de Educação em São Paulo (FEESP), coordenado pelo professor Leandro Oliveira, secretário-geral da Apeoesp. O debate teve como objetivo encaminhar o trabalho de acompanhamento do PEE-SP aprovado em 2016 após amplo movimento que envolveu 75 entidades, incluindo a Apeoesp.

Heleno Araújo avalia que a atual conjuntura dificulta o monitoramento: "Há um ataque profundo ao Plano Nacional de Educação (PNE) que se estende aos planos estaduais e municipais de educação. A Emenda Constitucional 95 ataca frontalmente o PNE nesse período de vigência dela, que é de 20 anos, e os cortes no orçamento que o governo Bolsonaro vem promovendo aprofunda mais ainda a distância de aplicação das metas e estratégias dos planos de educação". Diante desse cenário, o presidente da CNTE recomendou: "É necessário a gente iniciar um trabalho na perspectiva da organização dentro da escola, da comissão sindical de base, da formação de grêmios estudantis, de associações de pais e mães dos estudantes de cada escola, fazer com que o conselho escolar de fato administre a escola e construa coletivamente um projeto político-pedagógico que tem que ser aprovado numa assembleia escolar. Nós acreditamos que só fortalecendo a escola é que podemos ter uma política, um diagnóstico da situação real de aplicação ou não do PNE e do que nós precisamos reformular ou organizar pra poder ter uma pressão maior da base pela sua aplicação", concluiu Heleno Araújo.