INTERNACIONAL

 2020 03 24 ieal corona virus
A Internacional da Educação para a América Latina (IEAL) publicou um boletim nesta segunda-feira (23) com um panorama da pandemia do coronavíruso (Covid-19) na América Latina. Veja a seguir os números de casos e as últimas notícias referentes à pandemia em cada país.

Argentina | Casos: 266 - mortes: 4

A secretária de Acesso à Saúde, Carla Vizzotti, reconheceu que nas cidades com o maior número de casos de coronavírus "a transmissão da comunidade está começando". Nesse sentido, o relatório diário do Ministério da Saúde confirmou o registro do primeiro caso sem histórico de viagens ou contato próximo com alguém que retornou do exterior, enquanto outras 16 pessoas ainda estão em avaliação. Da mesma forma, foi relatado que 51 pessoas já se recuperaram da doença e receberam alta. Até o momento, com 266 casos confirmados no país, os relatórios do Ministério da Saúde destacaram o alto percentual de casos importados (190) e os casos de "transmissão local em clusters" (59), nos quais ainda podem ser rastreados a cadeia epidemiológica de cada caso, mas Vizzotti antecipou que na cidade de Buenos Aires, em Buenos Aires, em algumas localidades de Chaco, na Terra do Fogo e na cidade de Córdoba, o contágio do vírus entrará no estágio mais alto do contágio.

>> Fonte: Página 12 - 23/03/2020

Bolívia | Casos: 20 - mortes 0

A Bolívia iniciou uma quarentena total de 14 dias neste domingo devido à pandemia de coronavírus, que já possui 20 casos no país onde as autoridades eleitorais decidiram no sábado adiar indefinidamente as eleições presidenciais agendadas para maio. À noite, veículos militares e policiais começaram a percorrer as principais cidades bolivianas, alertando os transeuntes e os comerciantes a se retirarem para suas casas. "Temos 20.000 soldados mobilizados em todo o país. Amanhã a circulação deve cair para quase zero. Somos instruídos a não permitir que as pessoas desobedecem porque estão colocando em risco a vida de todos”, disse o ministro do Interior Arturo Murillo à imprensa. Horas após a ordenação do confinamento geral, e apesar de estar fora desse período, o Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) relatou o adiamento indefinido das eleições presidenciais agendadas para 3 de maio.

>> Fonte: En Segundos - 23/03/2020

Brasil | Casos: 1.546 - Mortes: 25

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro disse na segunda-feira que "os empregos estão sendo exterminados" com a pandemia de coronavírus, justificando o decreto pelo qual os empregadores podem parar de pagar os salários de seus trabalhadores por até quatro meses. "É melhor do que ser demitido", justificou Bolsonaro. A negociação individual entre empregado e empregador terá mais força do que os acordos coletivos de trabalho. O empregador estará livre durante o período estimado, durante o período da crise do coronavírus, para pagar ao empregado o que ele quiser, se ele estiver disposto. O decreto provisório inclui a antecipação forçada de férias, francos compensatórios e suspende as obrigações das empresas em questão de saúde.

>> Fonte: Cadena3 - 23/03/2020

Chile | Casos: 746 - mortes:2

O representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Chile, Fernando Leanes, reiterou neste domingo que não é recomendável decretar uma quarentena obrigatória no país, apesar da pandemia global causada pelo coronavírus. "O que eu disse é que uma quarentena geral, sem objetivos de identificação precisos, separação de pessoas com Covid e seus contatos, não era recomendada neste momento em nível nacional", disse Leanes, que estava em La Moneda no domingo. participar da reunião da Mesa Social pela covid-19, instância em que prefeitos, Faculdade de Medicina, reitores e especialistas em saúde também participam, informou a Cooperative.

>> Fonte: El Mostrador, 23/03/2020

Colômbia | Casos: 235 - mortes:3

Em meio ao alerta global gerado pelo coronavírus chamado pela Organização Mundial de Saúde como 'Covid-19', na Colômbia, o Governo Nacional assinou o decreto 439, que indica que entre 23 de março e até quinta-feira 23 de abril deste ano, a entrada de voos internacionais não será permitida, independentemente de os passageiros serem estrangeiros ou nacionais; como indicado pelo Presidente Iván Duque. "Suspensão da entrada no território colombiano. Suspender, por um período de trinta (30) dias corridos a partir das 00:00 horas de segunda-feira em março de 2020, desembarcar com o objetivo de entrada ou conexão no território colombiano, passageiros do exterior, por via aérea.” Em relação a este anúncio feito pelo Presidente e a chamada feita pela Procuradoria Geral da Nação a respeito dos controles realizados no aeroporto de El Dorado para impedir a propagação do vírus, a empresa operadora Opain indicou que “a concessão gerenciava uma aliança com a Cruz Vermelha Colombiana para fornecer médicos e auxiliares de enfermagem que estarão localizados ao longo do terminal aéreo ", como parte das medidas para detectar esse coronavírus.

>> Fonte: Radio Nacional, 23/03/2020

Costa Rica | Casos:134 - mortes:2

Correos da Costa Rica inicia nesta segunda-feira a entrega de 4.409 Diários Alimentares Familiares (DAF) que serão distribuídos todos os meses na Grande Região Metropolitana, de acordo com um contrato assinado com o Conselho Nacional de Produção (CNP). A compra de alimentos, a montagem e a distribuição de embalagens para os Centros de Educação e Nutrição e os Centros de Nutrição e Assistência Integral à Criança (CEN-CINAI) são de responsabilidade do CNP, instituição que continuará a trazer 5.272 mensais para o resto do país. “Existem 9.681 DAFs que montamos e entregamos todos os meses em todo o país desde dezembro. Agora, fizemos uma aliança estratégica com a Correos da Costa Rica, uma empresa com vasta experiência em logística, para fazer entregas na Grande Região Metropolitana e a nós no resto do país, o CNP continua a montar os pacotes e entregá-los a Correos sua distribuição ”, indicou Rogis Bermúdez, presidente executivo do CNP. Os Correos da Costa Rica usarão caminhões com capacidade de 12 toneladas para distribuir esses jornais a todos os centros. O peso de cada pacote é próximo a 20 quilos.

>> Fonte: El Mundo 23/03/2020

Cuba | Casos:40 - mortes:1

Centenas de médicos e enfermeiros cubanos já estão colaborando com vários países da América Latina e também da Itália na luta contra a pandemia de coronavírus. Neste domingo, uma equipe de 53 profissionais de saúde cubanos, o epicentro de Covid-19 na Europa, chegou à região da Lombardia para fornecer ajuda de emergência ao transbordamento do sistema de saúde nessa região da Itália. Cuba informou que o pessoal cubano é treinado para lidar com outras epidemias - como a do Ebola - e colaborou em vários países. Segundo Giulio Gallera, consultor em saúde e bem-estar da região da Lombardia, trabalhará inicialmente em o hospital de Crema (no sul da Lombardia) e eles serão enviados para o novo hospital de campanha a ser construído em Bergamo, a área mais afetada pelo novo coronavírus na região, onde o número de mortos é de centenas e há milhares de pessoas infectadas.

>> Fonte: El País, 22/03/2020

Equador | Casos: 981 - mortes:18

As forças políticas da Assembléia Nacional solicitam ao governo de Lenín Moreno que solicite às organizações multilaterais que suspendam temporariamente o pagamento da dívida externa aos credores do Estado, ajustando-se à atual crise mundial do COVID-19, enquanto enfrentam o emergência de saúde e, assim que terminar, inicie a respectiva renegociação. No comunicado assinado pelo presidente da Assembléia, César Litardo, há também os representantes dos bancos aliados da AP, Ximena Peña; Eddy Peñafiel, BIN; Luis Pachala, do CREO; Guillermo Celi, SUMA; Pabel Múñoz, Revolução Cidadã; Vicente Taiano, do PSC; e Franco Romero da BADI. Os membros da Assembléia solicitam ao governo que ordene ao Ministério da Economia e Finanças que todos os recursos em dinheiro disponíveis na Conta Única do Tesouro sejam alocados para cobrir as despesas e investimentos exigidos pelo estado de emergência, para garantir o funcionamento do sistema nacional de saúde, sistema de proteção social e serviços auxiliares, como aplicação da lei, riscos, segurança e logística. Eles acreditam que a proteção e o cuidado da vida devem começar com aqueles que estão na vanguarda dessa emergência nacional.

Fonte: El Universo, 23/03/2020 

El Salvador | Casos:3 - mortes: 0

A polícia de El Salvador deteve pelo menos 112 pessoas nas primeiras 16 horas da quarentena obrigatória das famílias que buscam impedir o avanço do coronavírus, segundo Rogelio Rivas, ministro da Justiça e Segurança. As pessoas detidas por violar a disposição foram transferidas para centros de detenção, onde permanecerão por 30 dias, disse Rivas em entrevista coletiva.

>> Fonte: CNN en Espanhol, 23/03/2020

Guatemala | Casos: 19 - mortes: 3

Jorge Briz, presidente do GCC, declarou em entrevista coletiva que “ao dividir o PIB da Guatemala, remover as remessas familiares e as atividades econômicas que ainda permanecem, o país está perdendo aproximadamente um bilhão de quetzales por dia devido a essa paralisia. Estas são as medidas propostas pelos comerciantes para revitalizar a economia: Ações para sustentar o emprego; regularmente e com urgência regulamentar a Convenção 175 da OIT para gerar oportunidades de emprego em meio período;
suspender pelo IGSS e pela duração da crise trabalhadores mais velhos em condições vulneráveis, evitando o risco de contágio e que os pagamentos sejam feitos rapidamente por meios eletrônicos; adiar o pagamento do bônus de bônus anual 14 em um máximo de 3 parcelas; durante o estado de Calamidade, recomenda-se promover acordos temporários com os trabalhadores sobre o gozo de férias

>> Fonte: Prensa Libre, 23/03/2020

Honduras | Casos: 27 Mortes: 0

 A pandemia de coronavírus continua aumentando em Honduras, onde já houve 27 infecções após um novo caso confirmado neste domingo, disse o porta-voz do Sistema Nacional de Gerenciamento de Riscos (Sinager), Francis Contreras. O novo caso confirmado é o de uma mulher de 63 anos que mora no município de Santa Fe, no departamento de Colón, no Caribe hondurenho, disse Contreras na rede nacional.

>> Fonte: Debate, 23/03/2020

México | Casos: 316 - mortes: 2

"Mexicanos, vamos em frente e não paramos de sair." O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, pediu neste domingo que o seu povo saia para as ruas, para as pousadas, para comer... apesar da pandemia de coronavírus duplicada em casos no país asteca. A frase, entre outras declarações impossíveis do presidente, como a de que os mexicanos são um tipo de grupo étnico forte que pode contra esse tipo de praga, acrescenta uma longa lista de medidas que vão contra a corrente que outros países e a própria OMS ele decide impedir que o surto se espalhe ainda mais.

>> Fonte: Clarín, 23/03/2020

Nicarágua | Casos: 2 - mortes: 0

Um relatório que o Sistema de Integração Centro-Americano (SICA) divulgado na quarta-feira sobre o estado da situação regional devido ao ataque ao coronavírus mostrou o atraso e a lentidão da Nicarágua no combate à doença em comparação com a decisão de enfrentar a pandemia com medidas urgentes tomadas pela Guatemala, El Salvador, Honduras, Costa Rica e Panamá. Enquanto na Nicarágua "eles são mantidos sob vigilância", na Costa Rica, Guatemala, El Salvador, Honduras e Panamá, uma emergência nacional de saúde foi declarada pela Covid-19, segundo o relatório SICA, do qual o EL UNIVERSAL tem cópia. O SICA, principal fórum de integração regional, continua sem mudar a situação na Nicarágua. Na semana anterior, circulou a piada do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, informando aos habitantes que a principal prevenção do vírus é migrar para a Costa Rica para se proteger em seu sistema de previdência social e saúde pública. Com humor negro, a mensagem mostrava o rancor de Ortega e sua esposa, o vice-presidente Rosario Murillo, e passava pela seriedade da crise; pelo contrário, pediu marchas contra a recomendação global para evitar multidões.

>> Fonte: El Universal, 23/03/ 2020

Panamá | Casos: 313 - mortes: 3

As operações na mina de Cobre Panama, pertencente à First Quantum Minerals, continuam apesar dos pedidos de suspensão após um trabalhador contrair coronavírus. O governo do Panamá ordenou o fechamento de algumas lojas e empresas por 30 dias, enquanto luta para reduzir a propagação do vírus, mas determinou que a produção possa continuar na mina de cobre-ouro, no valor de US $ 6,5 bilhões, um dos maiores investimentos em o país. A resolução do Ministério da Saúde, que entrou em vigor na sexta-feira, determinou a criação de uma "" cerca sanitária "" que limita a transferência de e para a mina.
No entanto, o sindicato da construção de minas da STM solicitou a suspensão das operações depois que o Ministério da Saúde confirmou um caso COVID-19 entre os trabalhadores na semana passada.

>> Fonte: BN Americas, 23/03/2020

Paraguai | Casos: 22 - mortes: 1

O Partido Popular Tekojoja, principal partido da Frente Guasu de esquerda do Paraguai, instou o governo no domingo a aceitar a ajuda de Cuba no combate ao coronavírus, que deixou um morto no país. O auxílio refere-se, em particular, ao transporte do antiviral Interferon Alfa 2B, produzido na ilha. “Instamos o Presidente da República e todos os sinais políticos participantes do Congresso Nacional de que o Estado paraguaio aceita a oferta feita pelo Estado cubano de fornecer a todos os países que o solicitam o antiviral", afirma o comunicado do partido.

>> Fonte: Ñanduti, 23/03/2020

Peru | Casos: 363 - mortes: 5

A Confederação Geral de Trabalhadores do Peru (CGTP) condenou hoje a prisão de dois líderes de profissionais de saúde, segundo a polícia, por violar o estado de emergência decretado antes da pandemia de Covid-19. O centro se referia aos secretários gerais dos sindicatos nacionais dos médicos do sistema de saúde Previdência Social, Teodoro Quiñones; e enfermeiros da mesma entidade, Marlene Vargas, além de outros sindicalistas presentes. Ambos foram presos ontem, quando estavam prestes a dar uma conferência de imprensa e denunciar a falta de roupas de segurança para a equipe que cuida das pessoas afetadas pelo novo coronavírus e a falta de equipamentos, materiais e pessoal para enfrentar a emergência de saúde. O CGTP expressou sua solidariedade com os presos e seu protesto pelo que chamou de ataque à liberdade individual e à livre expressão e exigiu que seus pedidos fossem atendidos, incluindo a demanda por renúncia do presidente do sistema de saúde previdenciário (EsSalud), Fiorella Molinelli. O reitor da Faculdade de Medicina do Peru, Miguel Palacios, deplorou a medida tomada em meio a uma crise de saúde na qual os médicos estão lutando além do cumprimento de seu dever contra a pandemia. O sindicato dos médicos da Previdência Social rejeitou a versão policial e sustentou que a prisão era um ato arbitrário porque os detidos usavam seu direito à liberdade de expressão e à atividade sindical, o que não viola o estado de emergência.

Fonte: Prensa Latina, 23/03/2020

Uruguay | Casos: 158 - mortes: 0

O Pit-Cnt resolveu realizar um apagão e um panelaço na quarta-feira às 21h00 para exigir que o governo de Luis Lacalle Pou desenvolva medidas econômicas para enfrentar a crise desencadeada pelo coronavírus.O presidente da fábrica, Fernando Pereira, disse em entrevista coletiva que o cacerolazo e o blecaute apoiarão as demandas do movimento sindical. "Não estamos criticando as medidas, mas dizendo que elas são insuficientes para atacar um problema como esse. O Uruguai vai viver nas próximas semanas", afirmou.

Fonte: El Observador, 23/03/2020

Venezuela | Casos: 77 - mortes: 0
A União Europeia (UE) apoia pedidos de ajuda do Irã e da Venezuela ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para enfrentar o novo coronavírus, anunciou o chefe da diplomacia Josep Borrell. "Concordamos em apoiar o Irã e também o pedido da Venezuela de apoio financeiro ao FMI", anunciou Borrell ao final de uma reunião de videoconferência com os ministros das Relações Exteriores do bloco. Para o ex-ministro das Relações Exteriores, "os dois países estão em uma situação muito difícil, principalmente devido às sanções dos EUA que os impedem de obter renda com a venda de petróleo". No entanto, o chefe da diplomacia europeia disse que, apesar das sanções dos EUA, esses países "podem participar” de programas de ajuda humanitária.

Fonte: Infobae, 23/03/2020

(IEAL, 23/03/2020)