PROTESTOS

 imagens para site mobiliza 2022 08 05

“Não tem educação sem democracia, porque educação pressupõe de troca de ideias, questionamentos e outras questões sociais que não combinam com o autoritarismo”. Com esta reflexão, o presidente em exercício da Confederação Nacional dos Trabalhadores (CNTE), Roberto Leão, convoca a categoria para participar dos Atos em Defesa da Democracia, do Sistema Eleitoral Brasileiro e por Eleições Livres, que vai acontecer no dia 11 de agosto em todo país. Mais de 15 estados confirmaram a mobilização, segundo reportagem da CUT. [confira abaixo onde vai ter ato]

“Defender a democracia neste momento é papel de todas e todos, porque ela corre riscos com este governo, que já disse que não vai aceitar o resultado das eleições, sabe que tem chance mínima de se reeleger e prepara um golpe para 7 de setembro. É fundamental que professoras (es) e funcionárias (os) de escola de cada canto deste país se mobilizem, para que possamos defender juntos e juntas a democracia e as eleições sejam respeitadas, porque sem democracia é o autoritarismo que vence”, destacou Leão.

As mobilizações, convocadas pela CUT, demais centrais, movimentos sociais e partidos políticos, serão realizadas na mesma data em que a Carta às brasileiras e brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito será lida na faculdade de Direito da USP. O documento já registra quase um milhão de adesões e foi construído logo após o encontro de Jair Bolsonaro com embaixadores de vários países, ocasião em que ele falou mentiras sobre as urnas eletrônicas para desmerecer a segurança do processo eleitoral brasileiro.

> Já assinou a carta? Clique aqui para registrar sua assinatura

De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o presidente brasileiro fez com que acusações de fraude no sistema eleitoral se tornassem uma questão de política externa, aumentando temores internacionais de que ele pretende contestar as próximas eleições. Bolsonaro foi comparado com o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
“A democracia é fundamental para existência do nosso país, para que eu possa viver alegre, viver, caminhar de cabeça erguida e para que o povo não tenha medo que ninguém com farda, ou sem, ameace este modelo de sociedade que vivemos e que nós queremos, que é a democracia com eleições diretas e livres e na urna eletrônica”, ressalta o presidente em exercício da CNTE.

Sobre as ameaças do dia 7 de setembro
Leão alerta que há uma ameaça real de um golpe do presidente Jair Bolsonaro. “Há uma avaliação do processo eleitoral que Bolsonaro sabe que sua reeleição é quase impossível, esse fascista está querendo transformar nosso 7 de setembro para o dia do golpe e nós não podemos aceitar isso. O povo não vai permitir que isso aconteça, não vamos deixar que mais uma ditadura tire a vida de muitos e desapareçam com outros, quando discordarem do governo. Dia 7 de setembro também será um dia de prezar pela democracia”, ressalta.

Confira onde já tem ato marcado: [fonte: CUT]

Em São Paulo
Às 11h, será lida a Carta às brasileiras e brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito, na faculdade de Direito da USP.
Também em São Paulo, às 9h e às 17h, atos de massa serão realizados em frente ao Masp, na Avenida Paulista.

Distrito Federal
Brasília - Às 15h, tem ato no Congresso Nacional.

Amazonas
Manaus – Praça da Saudade, às 15h

Bahia
Salvador – Praça do Campo Grande, às 9h

Ceará
Fortaleza – Praça da Bandeira, às 9h; Gentilândia, às 16h; e Casa do Estudante, às 19h

Goiás
Goiânia – Praça Universitária, às 17h

Maranhão
São Luiz – Praça Deodoro, às 16h

Mato Grosso do Sul
Campo Grande – Câmara Municipal, às 10h

Minas Gerais
Belo Horizonte – Praça Afonso Arinos, às 17h

Paraíba
João Pessoa – Lyceu Paraibano, às 14h

Paraná
Curitiba – Praça Santos Andrade, às 15h30

Pernambuco
Recife – Rua da Aurora, às 15h

Rio de Janeiro
Rio de Janeiro – Candelário, às 16h

Rio Grande do Norte
Natal – Midway Mall, às 14h30

Santa Catarina
Florianópolis - Auditório da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), às 10h

mobilizacao pela democracia card quadrado 1